APC

Coçar e colecionar é só começar

Por: Redação | Categoria: Cultura | 25-07-2020 11:02 | 1173
Foto de Divulgação

Sebastião Pimenta Filho

A paixão por coleções começou com uma moeda dada por meu pai, datada de 1834. Nas horas de lazer, eu comecei a dedicar-me a colecionar quase tudo. Tenho gosto especial por objetos regionais que trazem algo específico de uma cidade.

Coleciono numismática (moedas), filatelia (selos), livros, personagens políticos brasileiros, etc.

Dizem os estudiosos da mente humana que, através de uma coleção é possível dizer em que classe social o colecionar pertence, quais são seus passatempos e sua profissão.

As coleções através dos tempos vão se tornando um acervo da humanidade, enfim, vão compondo a história.

Podemos visualizar seguintes selos: 1 Olho de Boi (30-60-90).

2 – selo centenário da cidade de Franca (1859 – 1959).

3 – selo do centenário de Santos (1859 – 1959).

4 – Fundação das cidades de Mococa e São Carlos.

5 – Autógrafo do Dr. Professor Eurico Jesus Zerbini, pioneiro dos transplantes cardíacos no Brasil.

6 – Autógrafo do escritor Paranhos de Siqueira – aqui em Paraíso, na Biblioteca Municipal Prof. Alencar Assis.

7 – Um recado do Dr. Noraldino Lima ao meu pai, Sebastião Pimenta, em 27/01/1947.