SÃO TOMÁS DE AQUINO

Dr Milton Mendes dos Reis idealizador do Hospital Nossa Senhora do Sagrado Coração

MEMÓRIA AQUINENSE Jornal de Aniversário de Julho de 2003
Por: Selma Braia | Categoria: Cidades | 29-07-2020 00:35 | 48
Milton Mendes dos Reis
Milton Mendes dos Reis Foto de Reprodução

Comemorar aniversário de um município, é ocasião para se fazer reflexões sobre sua história. Lembrar-se daqueles que nos mais diversos segmentos da sociedade deixaram sua contribuição para as gerações futuras. Nesse contexto, não poderíamos deixar de prestar homenagem póstuma a um grande amigo de São Tomás de Aquino.  Homenagem mais do que justa ao Juiz de Direito, Milton Mendes dos Reis, ilustre magistrado que atuava no ano de 1949, na Comarca de São Tomás.

Sabia Dr. Milton, ser tarefa árdua reunir toda sociedade, mas numa convocação patriótica, lançou a semente entre os homens de bem da época para o ideal de se construir um hospital para a cidade. E assim o fez numa tarde ensolarada de setembro. E no dia 18, na sala de audiência do Fórum estavam presentes autoridades civis e eclesiásticas e, boa parte da população. Nasceu assim, o projeto de grande importância social: "Hospital Nossa Senhora do Sagrado Coração".

Naquele momento histórico, Milton Mendes dos Reis disse que acreditava no espírito caritativo e patriótico do povo aquinense.

Tomando a palavra, José Abud, advogado e promotor, falou em nome dos filhos da terra, dizendo que esperava de seus conterrâneos um trabalho intenso para a construção do hospital a fim de não desapontar o Juiz de Direito da Comarca, que mostrando grande interesse pela cidade, tudo estava fazendo para dotá-la de um hospital.

Padre Omero Campanelli usando da palavra felicitou Dr. Milton pela iniciativa e que ia trabalhar para a breve realidade da obra. No momento em que se escrevia a história da cidade, falaram também o Tenente Francisco das Chagas Barros, o advogado Valdomiro Gabriel da Silva, Sebastião Pimenta de Pádua, presidente do Legislativo Municipal.

Foi formada uma comissão de ilustres aquinenses, chefiados pelo Juiz de Direito Milton Mendes dos Reis.

O sonho foi realizado. O Hospital estava sendo construído com o projeto para sua inauguração no início de 1954.

Em outubro de 1953, o edifício do hospital em construção recebe a importante visita do bispo da época, Dom Inácio João Dal Monte. Em uma de suas enfermarias, adequadamente preparada, teve lugar uma sessão solene para prestar homenagem ao bispo de Guaxupé.

Foi um dia especial. Emoção para Dr. Milton, sociedade aquinense e de todos seus benfeitores, chefes das famílias nascidas em São Tomás e tantos outros convidados, do mais simples ao mais nobre visitante.

O magistrado, ao presidir a cerimônia apresentou o Hospital ao senhor bispo, dizendo ser "uma obra, produto do trabalho, do esforço do povo aquinense que unido sob os ensinamentos e princípios da caridade erigiu aquela obra monumental que parecia ter sido sob uma força superior e sobrenatural".

Nestes trechos retirados do livro de ata da Fundação Nossa Senhora do Sagrado Coração que é a história do próprio Hospital, fica claro a importância de Dr. Milton Mendes dos Reis ao lado de tantos outros beneméritos aquinenses.

Dr. Milton, naquela visita do senhor bispo, repita-se, disse que o Hospital, lhe parecia ser fruto de "uma força superior e sobrenatural".

Hoje, não obstante tantos percalços, o Hospital ainda está de pé. Certamente sustentado pela mesma "força superior" mencionada e, sem nenhuma sombra de dúvida, pela intercessão daqueles seus fundadores, hoje, nas esferas celestiais, dentre eles o benemérito Dr. Milton, rogando a Deus e a Nossa Senhora do Sagrado Coração, desta feita pela recuperação dos bons serviços prestados pelo Hospital, na sacrossanta missão de minimizar dores.

Fica registrado nesta edição de aniversário de 118 anos de fundação de São Tomás de Aquino, ao grande amigo a justa homenagem a um dos fundadores do Hospital Nossa Senhora do Sagrado Coração, que ainda está de pé, cumprindo sua missão.

Hospital Nossa Senhora do Sagrado Coração