CÂMARA

Após casos confirmados de coronavírus na Câmara, sessões legislativas retornam em agosto

Por: João Oliveira | Categoria: Polícia | 22-07-2020 19:29 | 23
Foto de Reprodução

Diante das confirmações de diversos casos positivos de coronavírus na Câmara Municipal de São Sebastião do Paraíso, o presidente Lisandro José Monteiro voltou a editar portaria que, desta vez, suspendeu as atividade legislativas até o dia 2 de agosto, período em que as dependências da Câmara Municipal permanecerão fechadas e passarão por desinfecção.

A decisão veio após a Câmara adquirir cerca de 50 testes rápidos que foram feitos em todos os vereadores, servidores e terceirizados da Câmara. Ao todo, 10 pessoas testaram positivo para a doença, entre elas o presidente Lisandro José Monteiro, e os vereadores Marcelo de Morais e Vinício Scarano.

Conforme divulgado oficialmente pela assessoria de comunicação da Casa Legislativa, os casos positivos já estão e continuarão em isolamento no período determinado pela Vigilância Sanitária, inclusive aqueles em que a infecção ocorreu há mais de 14 dias. A comunicação da Câmara destacou também que a maioria do pessoal testou negativo, sendo orientado a permanecer em casa o maior tempo possível e evitar contato social.

“Aproveitando o recesso parlamentar em julho, a Câmara Municipal passará por um processo completo de esterilização, garantindo um ambiente seguro para todos. Uma nova testagem  será realizada dia 03/08, o que determinará as novas medidas a serem tomadas”, informou.

A portaria que determina as medidas para contenção do coronavírus já passou por diversas reedições. Na última quinta-feira (16/7), a Câmara havia publicado nova portaria determinado que qualquer pessoa que tivesse tido contato com infectados ou casos suspeitos de coronavírus, não poderia permanecer nas dependências da Câmara, com exceção de profissionais da saúde que tivessem seguindo os protocolos determinado pelo Ministério da Saúde.

Desta vez, a portaria determina que Câmara permanecerá fechada até o próximo dia de 2 de agosto, assim como todas as atividades, além de suspender a contagem de férias dos servidores da Casa. Com o retorno, a portaria determina ainda que será realizada nova testagem em todos os vereadores, servidores efetivos e contratados que prestam serviços na Câmara.

PRESIDENTE
Conforme explica o presidente Lisandro José Monteiro, a ideia de realizar os testes veio após polêmica de que havia na Casa pessoas com sintomas do coronavírus, diante disto ele decidiu adquirir os testes em uma farmácia, que indicava não apenas se pessoa estava infectada, mas também se havia sido infectada recentemente, que já estava curada ou que não havia contraído a doença.

“É um teste muito completo, que inclusive aconselhei que as empresas adquirissem para testar seus funcionários, de repente até com uma parceria com o município. Se não decido fazer esse teste, nós que descobrimos que estávamos infectados, nem teríamos ficado sabendo porque não apresentamos sintomas e a Câmara teria permanecido em funcionamento”, destaca Lisandro.

“Até todos passarem por teste novamente, será proibido o acesso por qualquer um à Câmara, somente os guardas, cujos testes deram negativo”, completou.