• Dos Leitores •

Você sabia que 25 de julho é o Dia da Mulher Negra?

Por: Redação | Categoria: Do leitor | 05-08-2020 02:14 | 280
Foto de Reprodução

Em 2014 foi sancionada a lei 12.987 onde dia 25 de julho tornou-se o “Dia Nacional de Tereza de Benguela” e o “Dia da Mulher Negra”. Esta data representa a luta da mulher negra perante a sociedade, uma vez que a mulher já sofre vários preconceitos e abusos por ser mulher, some-se a isto o fato de ser mulher e ser negra.

Em 1992 em inúmeros países, vários grupos de feministas negras se reuniram para discutir o impacto do machismo e do racismo sobre a população feminina negra em países latino-americanos. Ficando estabelecido que dia 25 de julho fosse marcado como o “Dia da Mulher Negra  Latino-americana e Caribenha”.

No Brasil, a ideia era ter uma mulher que pudesse representar esta luta diária da mulher negra e foi estabelecido que fosse Tereza de Benguela, por sua luta na defesa do quilombo de Quariterê no Mato Grosso, fato ocorrido no século XVIII. O poder de luta, de organização e construção de Tereza de Benguela serviu como exemplo para as gerações que se seguiram e este exemplo se reflete nos dias atuais.

Esta data faz-se necessária para o fortalecimento da mulher negra, para que possamos refletir sobre quais os mecanismos que precisam ser articulados para que a mulher negra tenha  a ascensão a qual ela faz jus na sociedade em que vive.

Pensarmos e discutirmos sobre políticas públicas voltadas para a especificidade da mulher negra para que possamos ter nossos direitos respeitados e efetivados.

Discutirmos como mudar a consciência de uma sociedade onde a mulher negra ainda é invisível quando o assunto é o mercado de trabalho. E visível quando o assunto é servir.

Falarmos sobre o racismo estrutural e como ele se apresenta de forma perversa, limitadora, intimidadora para a população negra.

Para Jaqueline Fernandes idealizadora das Latinidades, “Somos sujeitos históricos com produção de memória e patrimônio científico, artístico, material e imaterial incomparáveis...”

Fonte: https://www.uol.com.br/ecoa/amp-stories/qual-e-a-importancia-do-25-de-julho-para-as-mulheres-negras/

Valéria Regina Salvador/OAB-MG 188.774 Especialista em Direito de Família e Sucessões, Infância e Juventude; Consumidor e causas Étnicos Raciais.