CAFÉ

OIC passa a ver mercado de café em déficit em 19/20; exportações recuam em junho

Por: Redação | Categoria: Agricultura | 08-08-2020 15:52 | 410
Foto de Reprodução

A Organização Internacional do Café (OIC) revisou na terça-feira (4/8), sua previsão para o balanço do mercado global na temporada 2019/20, estimando um déficit de 486 mil sacas de 60 quilos em seu relatório de julho.

O órgão intergovernamental projetava anteriormente um excedente de 1,85 milhão de sacas em 2019/20, conforme o relatório de junho, em função do impacto negativo dos "lockdowns" relacionados ao coronavírus no consumo do produto.

Desde então, porém, a OIC ajustou sua estimativa para o consumo de café em 2019/20 para 168,492 milhões de sacas de 60 kg, ante 166,058 milhões de sacas projetadas anteriormente, embora a cifra representa um crescimento anual de apenas 0,3% -abaixo da média de 2,2% verificada nas últimas duas décadas.

"O forte crescimento visto no início da temporada deve ser compensado por uma desaceleração econômica global", disse a OIC.

O grupo ainda estimou a produção mundial de café em 2019/20 em 168,006 milhões de sacas de 60 kg, leve revisão ante os 167,906 milhões de sacas vistos em junho, mas colocando o mercado de volta a um déficit na temporada.

EXPORTAÇÕES
As exportações globais de café recuaram 5,3% em junho, na comparação com igual período do ano anterior, para 10,57 milhões de sacas de 60 kg, em parte devido à menor produção, disse a OIC.

"Uma queda de 2,9% na produção global, para 168,01 milhões de sacas, contribuiu para o menor volume dos embarques", disse a entidade.

As exportações de café arábica tiveram queda de 10% em junho, a 6,42 milhões de sacas de 60 kg, enquanto os embarques de robusta avançaram 3%, para 4,15 milhões de sacas.

Nos nove primeiros meses da temporada, iniciada em 1º de outubro do ano passado, as exportações recuaram 5,1%, para 95,36 milhões de sacas.
Fonte: Reuters (Por Maytaal Angel)/CCCMG