TRIBUNA

Técnico de esporte ocupa tribuna e responde dúvidas sobre retomada de atividades físicas em Paraíso

Por: João Oliveira | Categoria: Política | 12-08-2020 07:55 | 447
Técnico de esporte da Secretaria Municipal de Esporte e Cultura em São Sebastião do Paraíso, Adalberto Francisco Alves, o Betinho
Técnico de esporte da Secretaria Municipal de Esporte e Cultura em São Sebastião do Paraíso, Adalberto Francisco Alves, o Betinho Foto de ASSCAM

O técnico de esporte da Secretaria Municipal de Esporte e Cultura em São Sebastião do Paraíso, Adalberto Francisco Alves, o Betinho, ocupou a tribuna na sessão da Câmara (10/8), para esclarecer dúvidas a respeito do retorno de atividades físicas oferecidas pela Prefeitura. O convite foi feito por vereadores, que destacaram cobranças que têm sido feitas a Casa sobre a questão tendo em vista o retorno das academias e futebol amador.

Em resposta a questionamentos do vereador Marcelo de Morais sobre protocolos seguidos pela Prefeitura, tendo em vista que vereador afirmou que aberturas de campos de futebol foram condicionadas a resultado de enquete feita em redes sociais, Betinho explicou que os técnicos esportivos da Prefeitura retornaram à Secretaria para realizar trabalhos administrativos. Em relação ao retorno do futebol, entre outras questões, ele destacou que os técnicos não foram procurados e que não teria conhecimento sobre tais protocolos.

“O que posso dizer, enquanto técnico, é que não podemos dar essa resposta em relação a volta do esporte, tanto sobre o futebol quanto o decreto que fala do retorno das academias, não fomos procurados, mas montamos um protocolo voltado para a questão das nossas atividades”, disse.

Conforme Betinho, os técnicos chegaram a elaborar um protocolo para a retomada das atividades físicas, pensando em toda a situação envolvendo a pandemia de coronavírus. Segundo ele, o protocolo elaborado foi apresentado à Secretaria de Esporte, tendo resposta que não agradou aos técnicos, e posteriormente à Prefeitura, onde eles teriam sido orientados a procurar o Comitê que define as diretrizes sobre a questão envolvendo a pandemia, mas que não foram convidados a dialogar com este.

Betinho explicou que para retomada de atividades físicas, é preciso que haja um documento dando aval a esses técnicos. Salientou que em último decreto publicado pela prefeitura, foi liberado o retorno do futebol, academias e alguns esportes em quadras abertas e atividades para maiores de 18 anos. Destacou ainda que, apesar de ser possível criar condições para que os técnicos voltem a trabalhar, ainda não estão liberados para exercer suas atividades.

Em relação a questionamento sobre participação em Comitê que trata de questões referentes à pandemia, o técnico explicou que não tem conhecimento de todas as pessoas que integram o grupo, mas que é importante a participação de algum profissional do esporte. “Não sei se tem um profissional do esporte, mas acredito que deveria, e nem digo que deveria ser um de nós, mas um profissional que tenha essa visão, porque é complicado o retorno no esporte, tem em vista o contato físico”.

Sobre o trabalho dos técnicos da Secretaria, Betinho destaca que são atividades administrativas, e que atualmente estão trabalhando em projetos com base na lei de incentivo. “Só estamos podendo trabalhar na Arena, trabalhos mais simples”, destaca.  Betinho explicou que protocolo proposto pela equipe valeria apenas se voltassem atividades físicas e que foi pensando e levado em consideração o bem da população.

Vereadores chamaram a atenção para que a Administração Municipal estudasse a proposta para que junto ao Comitê Gestor de Combate à Covid, a situação pudesse ser resolvida.

Por fim, o técnico destacou que ao apresentar protocolo criado pelos técnicos de esporte, foi bem recebido tanto pelo secretário de Esporte quanto prefeito, mas ressaltou que não tem conhecimento sobre o Comitê e de como eles aprovam ou não o que é liberado pela prefeitura por meio de decretos. Por sugestão do presidente da Câmara, Lisandro José Monteiro, a Comissão de Esporte deve procurar ainda esta semana tanto o secretário de Esporte, Emerson Ramos de Melo, quanto o Comitê para que seja resolvida a questão.