UFLA

Mesmo com obras avançadas, campus da UFLA em Paraíso enfrenta dificuldades

Por: João Oliveira | Categoria: Educação | 16-08-2020 09:26 | 1307
Foto de Tiel/Jornal do Sudoeste

O campus da Universidade Federal de Lavras (UFLA) em São Sebastião do Paraíso encontra-se com obras em estado bastante avançado, entretanto dificuldades enfrentadas por uma das empresas licitadas para a construção de quatro obras, e que acabou abandando-as, deve atrasar o cronograma de finalização do campus, que tinha como previsão inicial ser entregue no início de 2021.

De acordo com informações da Universidade ao Jornal do Sudoeste, foram contratadas nove obras para dar início às atividades do campus. Destas, quatro encontram-se totalmente concluídas, uma encontra-se terminando, com cerca de 99% concluída e quatro encontram-se paralisadas. Essa paralisação, conforme aponta a UFLA, deu-se porque uma empresa, responsável por quatro obras, perdeu a capacidade financeira e está sendo feita a rescisão unilateral do contrato por parte da Universidade.

Segundo informou a assessoria de comunicação da UFLA, dessas quatro obras, uma encontra-se com 66% do objeto contratado concluído. Duas em torno de 15% e uma ainda não foi iniciada.

"A UFLA apenas contrata a empresa e não tem responsabilidade com os débitos dessa no município. Cabem aos eventuais credores acionarem a empresa na justiça. Quanto aos débitos trabalhistas, existem retenções de pagamentos de recursos que a empresa teria a receber, por mandado judicial. Cabe aos trabalhadores credores acionarem a empresa na justiça do trabalho".

Ainda, sobre essas obras paralisadas, a UFLA informou que "será realizada nova licitação para a conclusão do remanescente das obras. Os processos licitatórios deverão ocorrer no restante do ano de 2020 e a previsão de retomada deverá ser em início de 2021. A partir do início, estima-se cerca de 18 meses para a finalização destas".

CORTE NO ORÇAMENTO
Em relação aos cortes do orçamento de 2021 anunciado pelo Ministério da Educação, e que deve afetar seriamente as universidades federais do país, a UFLA  diz que ainda é precoce dizer o quanto afetarão a implantação do campus em São Sebastião do Paraíso, uma vez que esses cortes se referem, em sua maioria, aos recursos de custeio.

"Acreditamos ser possível a conclusão das obras no tempo informado acima, mesmo com as restrições orçamentárias. Entretanto, a proibição de realização de concursos até o final de 2021, certamente afetará a implantação do campus, pois há óbice legal para contratações de docentes e técnicos. Então, o cenário é que possa se fazer concursos, caso sejam liberadas as vagas da UFLA, para o campus de Paraíso, o que ainda não ocorreu, a partir de 2022".

VESTIBULAR
Sobre o vestibular, a Universidade informou que "com as dificuldades apontadas, na melhor das hipóteses, esse início de aulas se daria a partir do segundo semestre de 2022, caso o compromisso do MEC em relação à liberação das vagas de docentes e técnicos seja cumprido e possamos realizar os concursos no início do ano de 2022", finalizou.