POLUIÇÃO

Moradores no Jd. das Acácias reclamam de córrego poluído por indústria

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Categoria: Cidades | 15-08-2020 08:39 | 1104
Curtidora despeja irregularmente no meio ambiente, líquido de coloração escura, poluindo água, solo e o ar, no Jardim das Acácias
Curtidora despeja irregularmente no meio ambiente, líquido de coloração escura, poluindo água, solo e o ar, no Jardim das Acácias Foto de Divulgação

Mais uma vez moradores do Jardim das Acácias procuraram o JS para faz uma justa e seríssima denúncia que está lhes afetando e também se trata de agressão ao Meio Ambiente. Trata-se de despejo de uma um líquido de coloração escura e fedorenta, descarga de produtos químicos usados em uma das indústrias de transformação de couro bovino.

Atendendo os pedidos dos reclamantes, fomos ao local da descarga do líquido altamente poluente e de um mal odor insuportável que é despejado através de um tubo de ferro e cai dentro de um rego d"água, que vem de uma mina dentro de poucos metros acima de uma área verde que pertence ao Patrimônio Público Municipal Paraisense.

O produto poluidor despejado neste filete d"água, percorre pelo mato adentro e vai ser descarregado no Córrego Carrapatinho, isto sem nenhum tratamento, pelo curtume ou Copasa. Uma agressão violenta ao meio ambiente que afeta o ar, água, plantas e animais que mais embaixo do desfiladeiro usarem da poluída água para beber.

Uma das denunciantes, a Sra. Maria Aparecida de Oliveira, que reside na Rua Geraldo Duarte número 245, afirmou que ela e seu esposo estão doentes e não estão aguentando o mau cheiro insuportável do poluente que é despejado aproximadamente 50 metros de distância de sua residência. "Não sabemos mais a quem pedir para tomar urgentemente providências para por um fim neste descalabro que agride a natureza e principalmente nós moradores aqui do Jardim das Acácias e proximidades. Já estiveram aqui vendo sentindo a agressão do meio ambiente, fiscais municipais do meio ambiente, Policia Militar Ambiental, vereadores e isto já faz tempo, e o problema continua se agravando cada vez mais, desabafou a Sra. Maria Aparecida, desanimada com a falta de providência por parte das autoridades responsáveis, tanto do Município do Estado. Realmente os moradores do Jardim das Acácias estão cobertos de razão, o Ministério Público Mineiro, por sua Promotoria Curadora do Meio Ambiente precisa interferir, tomar providências.