ENTULHOS

SEMAM diz que é inviável transferência imediata de depósito de entulho do Alto do Bela Vista

Por: João Oliveira | Categoria: Política | 19-08-2020 11:39 | 492
Foto de Tiel/Jornal do Sudoeste

Novamente, em resposta à cobrança do vereador Luiz Benedito de Paula, no que se diz respeito à mudança do depósito de entulhos, situado do bairro Alto Bela Vista, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMAM) destacou que têm tomado todas as medidas cabíveis para a manutenção do local, e que a transferência imediata do depósito torna-se inviável, tendo em vista os trâmites burocráticos por trás desta mudança.

De acordo com ofício enviado à Câmara Municipal assinado pela secretária municipal de Meio Ambiente, Yara de Lourdes Souza Borges, o depósito de resíduos de construção civil possui em sua entrada uma guarita onde os motoristas param para realizar sua identificação, não sendo possível entrar em alta velocidade no local reduzindo, assim, a quantidade de poeira.

"À medida que os resíduos são depositados, se faz necessário o revolvimento periódico destes, para que se acomodem de forma a manter a capacidade máxima do local baixa causando, portanto, uma poeira inerente ao revolvimento. Por se tratar de uma preocupação também da Secretaria de Meio Ambiente, esse revolvimento não é feito diariamente, a fim de evitar tal poeira", explica.

Conforme a secretária, tendo em vista o período de seca, foi enviado recentemente ao local um caminhão-pipa para jogar água nos resíduos e minimizar essa poeira. "Informo também que o local ainda possui capacidade para receber os resíduos de construção civil gerados no município e para transferir ou abrir outro depósito se faz necessária a identificação de outra área com características semelhantes às do depósito atual, e posteriormente a realização de um processo de licenciamento ambiental o qual leva tempo para ser finalizado, não sendo possível a execução imediata da mudança do local", finaliza.

O vereador Luiz Benedito de Paula voltou ressaltar que o depósito é situado muito próximo às residências, e que tem gerado transtornos aos moradores, que pedem a transferência do depósito para outro local, tendo em vista o acúmulo de poeira que tem causado nos imóveis daquela região.

Ele ressaltou que mesmo os caminhões não entrando rápido no local, ao sair acabam gerando poeira. Acrescentou também que o caminhão-pipa, na vacância que existe entre os períodos que ele vai ao local a fim de reduzir a poeira, causa sofrimento a esses moradores. "Foi justamente por esse motivo que pedi para se fazer o estudo da transferência desse depósito porque, realmente, é desumana a situação que esses moradores estão enfrentando", finalizou o vereador.