POLE POSITION

Velocidade e solidariedade

Por: Sérgio Magalhães | Categoria: Esporte | 24-08-2020 08:04 | 428
O pole Marco Andretti no silêncio das arquibancadas vazias de Indianápolis
O pole Marco Andretti no silêncio das arquibancadas vazias de Indianápolis Foto de Matt Fraver / IndyCar

Neste final de semana de pausa da F1, as principais atrações do automobilismo estarão voltadas para as 500 Milhas de Indianápolis e a Corrida do Milhão, agora ‘solidário’, da Stock Car. Mas tem também MotoGP e Nascar, tudo ao vivo na TV. 

Indy 500
Tradicionalmente disputada no último domingo de maio desde 1911 e só não foi realizada durante a Segunda Guerra Mundial, a pandemia jogou as 500 Milhas de Indianápolis para amanha e o templo do automobilismo estará vazio. Vai ser estranho assistir uma das provas mais importantes do esporte a motor com as arquibancadas às moscas. O Indianápolis Motor Speedway é o único recinto esportivo do mundo com capacidade em  acomodar até 500 mil pessoas, e a organização da Indy cogitou abrir os portões para metade da capacidade, mas desistiu por precaução. Em tempos de pandemia não faz sentido colocar vidas em risco. Imaginar as 500 Milhas sem público me faz lembrar a frase do jornalista  Jim Uter quando a Nascar retomou o campeonato em Darlington: “... enquanto os carros continuavam fazendo suas voltas, o barulho parecia desaparecer com o silêncio das arquibancadas falando mais alto”! 

Uma amostra dessa estranheza já foi sentida nos treinos que definiu a pole position de Marco Andretti, um feito que a emblemática família do automobilismo norte-americano não conquistava na mítica prova desde Mario Andretti, avô de Marco, em 1987. Marco tentará quebrar um jejum de 51 anos que nenhum dos Andretti vence em Indianápolis, desde 1969 com o próprio Mario, campeão da F1 em 1978. 

Fernando Alonso que estará de volta à F1 no ano que vem é uma das atrações desta 104ª edição da Indy 500. Ano passado o espanhol não se classificou para a corrida e tem agora mais uma chance de tentar conquistar a Tríplice Coroa do Automobilismo. Duas pontas ele já tem com as vitórias no GP de Mônaco e nas 24 Horas de Le Mans. Falta Indianápolis e embora ele não esteja na lista de favoritos, tudo pode acontecer ao longo das 200 voltas pelo oval de 2,5 milhas (4 km) mais famoso do mundo.

Desta vez a prova não terá a presença feminina no grid, e contará apenas com dois brasileiros, Tony Kanaan, vencedor de 2013 que está revendo o anúncio de que este seria seu último ano na Indy, e Helio Castroneves que busca a quarta vitória que o colocará no rol dos maiores vencedores da prova ao lado de A.J.Foyt, Al Unser e Rick Mears. Outro que pode entrar para a seleta galeria dos tetracampeões de Indianápolis é o neozelandês Scott Dixon, este sim, sempre favorito à vitória. A largada está prevista para as 15h15, ao vivo nas TVs Band e BandSports.

Corrida do Milhão “Solidário”
Mais cedo, às 10h, ao vivo na Globo, as luzes vermelhas vão se apagar em Interlagos para a largada da prova mais importante do calendário da Stock Car, este ano denominada “Corrida do Milhão Solidário”, em que o prêmio milionário não ficará com o vencedor e nem com a equipe, mas será todo aplicado no combate à Covid-19 com a compra de EPIs, material de limpeza, higiene, cestas básicas, e distribuídas em diversas regiões do país entre famílias carentes. Mais uma vez a Stock Car se engaja nas causas sociais, o que tem sido uma constante na principal categoria do automobilismo brasileiro. Thiago Camilo é o maior vencedor da Corrida do Milhão (três vezes), seguido por Rubens Barrichello e Ricardo Mauricio com duas cada.

E por conta do atraso do calendário, a programação da Stock Car não se resume apenas à Corrida do Milhão deste domingo. A terceira etapa do campeonato será disputada hoje, às 11h, com transmissão ao vivo do SporTV. Com apenas uma etapa com rodada dupla realizada mês passado, em Goiânia, Rubens Barrichello lidera o campeonato.

Acidente apavorante
Quem assistiu a MotoGP no último domingo deve estar ainda com a cabeça no acidente que quase resultou em tragédia quando os destroços das motos de Johann Zarco e Franco Morbidelli cruzaram o caminho de Valentino Rossi e Maverick Viñales. Ainda bem que as igrejas foram reabertas e eles podem renovar o batismo porque nasceram de novo! A MotoGP permaneceu na Áustria para o GP da Estíria, amanhã, às 9h, ao vivo no FoxSports. E no mesmo canal a Nascar fecha a agenda com a etapa de Dover às 17h.