SEGURO AGRÍCOLA

Mapa promove monitor do seguro agrícola de café no dia 11 de setembro

Seguradoras vão apresentar aos produtores e cooperativas as modalidades de seguro para cafeicultura
Por: Redação | Categoria: Agricultura | 02-09-2020 21:13 | 75
Foto de Reprodução

O Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) prevê recursos para incentivo à contratação da modalidade de seguro agrícola de café.

Para divulgar as condições gerais e as coberturas do seguro agrícola de café para produtores, cooperativas, entidades representativas e associações, o Mapa realizará em 11 de setembro, às 15h, videoconferência no âmbito do projeto Monitor do Seguro Rural, com previsão de duas horas de duração. A comissão de seguro rural da Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg) e as seguradoras credenciadas no programa do Mapa farão a apresentação dos produtos de seguro rural.

O secretário de Política Agrícola, César Halum, explica que o seguro agrícola de café é apoiado pelo Mapa com auxílio financeiro da subvenção ao prêmio. "Há um grande potencial para crescimento da área segurada de café no país e estamos estudando melhorias nas regras do programa para popularizar o seguro entre os cafeicultores". Em 2019, seis seguradoras ofertaram o seguro de café no Brasil. Houve a contratação de 2.834 apólices em 72 mil hectares com capital segurado de R$ 667 milhões, com destaque para os estados de Minas Gerais, São Paulo e Espírito Santo, seguidos por Paraná e Bahia.

O presidente da Comissão Nacional do Café da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Breno Mesquita, afirma que "este é um novo momento de diálogo entre cafeicultores e seguradoras para melhorar o seguro e dar mais segurança e estabilidade na renda da atividade, que têm riscos climáticos e de preços significativos".

Como participar do Monitor
Não há necessidade de fazer inscrições para o encontro. Basta acessar o link da plataforma Teams no dia e horário indicado: tinyurl.com/msrcafe1

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail: seguro@agricultura.gov.br

Cafeicultura no Brasil
Técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) retomaram as pesquisas para obter informações sobre a safra de café nos nove principais estados produtores no país. Os dados do segundo levantamento da safra brasileira de café para o ano 2020/2021 serão apresentados pela Companhia no próximo dia 22 de setembro. Estão sendo levantados dados das lavouras de café arábica e conilon, sobre a área em produção e em formação, a produtividade, o percentual de colheita e o parque cafeeiro, além de informações qualitativas das lavouras e do produto colhido e beneficiado, e ainda o impacto das condições climáticas na cultura.

No primeiro levantamento da safra do café 2020/2021, divulgado no dia 16 de janeiro deste ano, as perspectivas da produção eram positivas. A projeção foi de um aumento entre 15,9% e 25,8% no volume de café produzido em relação à temporada passada. Estavam previstas de 57,2 milhões a 62 milhões de sacas de café e a área cultivada chegaria a cerca de 2 milhões de hectares, o que representa um acréscimo de 4% em relação a 2019.

Contratação
O produtor que tiver interesse em contratar o seguro rural deve procurar um corretor que comercialize apólice de seguro rural. O seguro rural é destinado aos produtores pessoa física ou jurídica, independente de acesso ao crédito rural.

Para café e os grãos de verão em geral, o percentual de subvenção ao prêmio pode variar entre 20% e 30%, a depender da cultura e tipo de cobertura contratada. Culturas de inverno tem subvenção de até 40%. No caso das frutas, olerícolas, cana-de-açúcar e demais modalidades (florestas, pecuário e aquícola) o percentual de subvenção ao prêmio será fixo em 40%.

Para produtores que estão contratando crédito de custeio nas instituições financeiras e são enquadrados no Pronaf, entre julho e outubro, há um projeto-piloto com recursos de R$ 50 milhões do PSR de estímulo a contratação do seguro agrícola de soja e milho verão (subvenção de 55% do prêmio) e para banana, maçã e uva (subvenção de 60% do prêmio).

Para produtores de grãos das regiões Norte e Nordeste, o PSR destinará R$ 50 milhões nos meses de setembro e outubro.

Para mais informações sobre o PSR e verificar os contatos das seguradoras que atuam na sua região, faça o download do aplicativo. Basta acessar para Android e para IOS.
(Ascom MAPA)