APC

Da euforia às grandes decepções

Por: Fernando de Miranda Jorge | Categoria: Cultura | 07-10-2020 13:07 | 31
Fernando de Miranda Jorge
Fernando de Miranda Jorge Foto de Reprodução

Talvez fosse uma boa ideia guardar as frases, discursos e entrevistas com as promessas dos pretensos políticos e os de carreira, mandatários municipais, estaduais, federais, para não sair de nosso estado e municípios de Minas Gerais, para que a nova geração tomasse conhecimento do que ocorreu com os governos e seus “slogans” de esperanças.

É que, se o historiador tem o privilégio de despertar no passado as centelhas da esperança, como dizia o ensaísta, crítico literário, filósofo e sociólogo judeu alemão Walter Benjamim, Benedix Schönflies, nada melhor que usar o jornal que chamou de historiador do cotidiano – para mostrar como é fácil sair da euforia para a grande decepção – Nem sei se temos uns restos de nervos para vibrar e de esperança para retomar, acreditar e reiniciar o sonho de virmos concretizadas as promessas de nossos representantes, de obras essenciais e de grandes benefícios para as nossas cidades e da comunidade. O certo é que tudo vai bem para o lado de quem detém o poder.

E os demais, para não dizer o resto, bem, os demais, que continuem acreditando, sonhando, esperando que suas reivindicações sejam atendidas (a LP – lista de pedidos – é cada vez maior), e são estendidas por mais e mais mandatos de prometedores.

Terminará meu tempo de paciência e crença, estou certo disto, e não terminará jamais a obra necessária. Pré-candidatos, se são, quero ver seus projetos de viabilidade econômica e social, que podem ser incrementados, conforme o olho da rua, de iniciativas cidadãs e de aspirações para o bem comum. 

Fernando de Miranda Jorge – Acadêmico
Correspondente da APC 
Jacuí/MG – e-mail: fmjor31@gmail.com