EXPOCOM

Jornalista paraisense tem trabalho aprovado no Expocom Sudeste 2020

Por: Nelson de Paula Duarte | Categoria: Educação | 07-10-2020 13:15 | 409
Igor Savenhago, Fernanda Melo, José Augusto Reis
Igor Savenhago, Fernanda Melo, José Augusto Reis Foto: Divulgação

No próximo dia 16 serão conhecidos os campeões regionais da 43.ª edição do Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom 2020). A jornalista paraisense, Fernanda Melo, integra um grupo de estudantes de Jornalismo da Universidade de Franca que tem a participação de Gustavo Rodrigues, Wemersom Silva e Geovana Andrade e participa do evento. Eles inscreveram o trabalho de conclusão de curso (TCC), “UMU: jogo da mente”, e são finalistas nesta etapa.

A facilidade em comunicar-se desde a infância, aliada ao gosto pela arte, contadora de histórias desde tenra idade, sinalizaram que Fernanda Melo fez escolha certa ao prestar vestibular e ingressar na Faculdade de Comunicação, no Curso de Jornalismo.

Sobre o ‘UMU: jogo da mente” ela explica tratar-se de projeto experimental em 2018 que culminou em vídeo-documentá-rio retratando depressão na mulher. Depois de me formar continuo trabalhando, diz, ao comemorar a classificação do TCC na fase regional cujos vencedores serão conhecidos na próxima semana (16/10), os credenciando para a final nacional, em dezembro.

“Conseguimos inscrever nosso material e tivemos a ótima notícia de que fomos classificados com o nosso jogo. O vídeo-documentário não foi selecionado, mas fica a sensação do dever cumprido”, afirma. O projeto do press-kit, em formato de jogo de tabuleiro classificou-se na modalidade “Comunicação e Inovação”, uma das mais disputadas do Expocom, concurso de produtos universitários do Intercom.

Será apresentado em vídeo, de vez que por conta da pandemia, será todo virtual, explica a jornalista Fernanda Melo.

Umu, o jogo
UMU é um jogo de tabuleiro para ser praticado sozinho, e dará pistas se o praticante poderá,  ou não, estar com depressão. Claro que ele não substitui o diagnóstico médico. Visa, apenas, alertar para a necessidade de buscar ajuda profissional. O jogador precisa responder a perguntas impressas em cinco cartas. Para cada resposta, anda de uma a três casas e, dependendo onde parar, lê outra carta, que aponta a condição da saúde mental: leve, moderada ou grave.

A opção por um produto em tabuleiro, não digital, levou em conta que muitos dos que enfrentam algum transtorno mental preferem não ter acesso frequente à internet.

O Intercom
Com o tema “Um mundo e muitas vozes: da utopia à distopia?”, a 43º edição do Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação é realizado, como em todos os anos, em duas etapas: uma regional e outra nacional. A diferença para os congressos anteriores é que as palestras serão online.

Os trabalhos classificados ao Expocom concorrem, dentro de cada modalidade, com outros quatro. Os melhores se classificam para a final nacional, na qual disputarão com os vencedores das outras quatro regiões do país – Norte, Nordeste, Centro-Oeste e Sul.

“Consiste em apresentar o que há de mais recente que está sendo discutido na pesquisa acadêmica sobre diversas áreas da comunicação. Entre elas, Jornalismo, Publicidade, Relações Públicas, Cinema e Audiovisual, Produção Transdisciplinar, e Rádio, TV e Internet”. No Expocom, há cerca de 70 modalidades em disputa nessas seis categorias”.

Conforme salienta o professor Igor Savenhago, dos Cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Unifran, um dos orientadores do grupo de Fernanda junto com outro docente, José Augusto Reis, “o Intercom é o maior congresso de comunicação do Brasil”.