CURTAS DA EDIÇÃO 2449

Curtas

Por: Redação | Categoria: Cidades | 18-10-2020 10:01 | 770
Foto de Reprodução

Em Passos
O governador Romeu Zema inaugurou na manhã de quinta-feira (15) a obra de duplicação da MG-050 no perímetro urbano de Passos. Quando foi anunciado que ele viria a São Sebastião do Paraíso, imaginou-se que iria anunciar a disposição do Estado em concluir o asfaltamento na estrada para o Distrito de Guardinha. Isso não aconteceu. O governador apenas foi ao local. Passos continua mais bem servido.

Piquenique
O governador argumentou que o Estado através de emendas parlamentares do deputado Antonio Carlos Arantes está contribuindo com a obra. É pouco, levando-se em conta que a pavimentação da referida rodovia foi aprovada à época do governador Antônio Anastasia. O Estado caiu na mão do malfadado petista Fernando Pimentel. Deu no que deu. O deslocamento da comitiva até onde está sendo asfaltado esteve mais para um piquenique.

Barrados
Do convescote não puderam participar alguns vereadores, dentre eles o presidente da Câmara Municipal, Lisandro Monteiro, o vereador Valdir do Prado, Luiz de Paula, e até Jerônimo Aparecido. Jerominho é “assim”, com o prefeito Walker e deputado Antônio Carlos. 

Não orna
Vereadores foram barrados por um “caboclo” vestido de roupa preta, de fora a fora. Ao que foi dito, da equipe de segurança do governador. Quando veio a Paraíso em campanha, Zema foi recebido na Câmara inclusive pelos barrados no convescote. Atitude estranha, que não orna com a imagem passada pelo governador.

Pelos cotovelos
Em redes sociais algumas confusões foram feitas. É que alguém postou que o governador teria vindo a Paraíso, inaugurar o asfalto de Paraíso para Guardinha. E,daí em diante não faltaram impropérios. Deitaram falação, diga-se de passagem, indevida.

Suposto desvio
Uma operação da Polícia Civil em Passos investiga suspeita de terem sido desviados R$ 520 mil de uma cooperativa agropecuária em Passos. Segundo a Polícia Civil, apurações dão conta que pode ter ocorrido apropriação indébita, estelionato, e associação criminosa. Na tarde de quinta-feira (15), foram apreendidos documentos, aparelhos celulares e computadores.

Abaixo
As chuvas verificadas em muitas regiões cafeeiras no início de outubro ocorreram em baixo volume, contexto que mantém muitos produtores em alerta. Segundo relatos de colaboradores do Cepea, as precipitações até ajudaram no sentido de reduzir os picos de calor – as altas temperaturas estavam prejudicando as condições fisiológicas dos pés e também parte das floradas –, mas ainda precisam ser bem mais significativas para aliviar o déficit hídrico e também o atual estado debilitado dos cafezais.

Arma em punho
Causou estranheza ao Jornal do Sudoeste atitude de um policial militar que na manhã de sábado passado (10/10), por volta das 8 da manhã, em plena praça Comendador José Honório, abordou  de arma em punho um de nossos entregadores. Como de costume, com alguns jornais embaixo do braço o entregador deixou sua moto funcionando e se dirigiu para deixar o exemplar do “JS” para um assinante.

Não sou daqui...
A ordem do policial foi para que o entregador levantasse a camisa. Mostrando os jornais nas mãos e outros que estavam em sacolas laterais na moto, o entregador tentou explicar que era pessoa conhecida e estava trabalhando. Teve que tirar o capacete, e de sobra o policial argumentar que não era de Paraíso. Com o desapontamento natural de quem nunca sofreu uma abordagem assim, o entregador colocou o capacete novamente, mas foi obrigado tirar. Segundo o policial somente poderia colocá-lo quando estivesse na moto.