OURO

Vinho feito com uvas de Paraíso conquista medalha de ouro em concurso de qualidade

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Agricultura | 30-10-2020 09:33 | 1548
O vinho Syrah, marca própria da Epamig, é feito a partir de uvas produzidas em Paraíso
O vinho Syrah, marca própria da Epamig, é feito a partir de uvas produzidas em Paraíso Foto de Reprodução

O vinho Syrah Epamig, marca própria da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), conquistou a medalha de ouro no Brazil Wine Challenge 2020. A 10ª edição do concurso de qualidade, realizada na última semana em Bento Gonçalves (RS), contou com as chancelas da Organização Internacional do Vinho e da Vinha (OIV) e da União Internacional de Enólogos (UIOE). A disputa envolveu um total de 774 amostras, enviadas por vinícolas de 16 países.

Uma comissão composta por 57 degustadores vindos de diferentes regiões dos países Brasil, Bolívia, Chile, França e Itália fizeram as avaliações em provas às cegas, de acordo com as normas internacionais. “A ideia da inscrição surgiu em decorrência do potencial verificado nesse vinho, que apresenta uma coloração muito boa, vermelho rubi com boa profundidade, límpido e brilhante. É aromático, frutado, mas também com notas de especiarias e leve couro. Na boca, é um vinho macio, com boa estrutura, taninos maduros, acidez agradável, bom corpo e potencial para envelhecimento”, avalia a enóloga Isabela Peregrino, responsável técnica pelo produto.

Além do Syrah Epamig, vinhos das vinícolas Bramasoli, Casa Geraldo e Casa Verrone, que empregam a metodologia da dupla poda, também receberam medalha de ouro. A participação inédita da Epamig em concursos de qualidade se deu a partir da produção do vinhedo institucional, implantado em 2010 no Campo Experimental de São Sebastião do Paraíso. A altitude de 900 metros permite a condução do parreiral sob o manejo de dupla poda.

O vinho premiado é da safra de 2018, com colheita das uvas e elaboração no segundo semestre daquele ano.O produto foi engarrafado no segundo semestre de 2019 e já vem sendo comercializado nos Empórios Epamig em Belo Horizonte e Juiz Fora e no Campo Experimental de Caldas, também no Sul do estado.

Consumo
A pandemia da Covid-19 não mudou apenas o calendário de eventos do setor vitivinícola no mundo inteiro, mas também o comportamento dos consumidores de vinho. O consumo em casa aumentou, ampliando e qualificando o tempo de pesquisa e, com isso, incrementando as vendas nos supermercados e no e-commerce, além de abrir novas possibilidades. Ou seja, o interesse por vinhos finos e espumantes vem aumentando, o que torna o 10º Brazil Wine Challenge ainda mais importante na promoção e divulgação da bebida.