CURTAS EDIÇÃO 2456

Curtas

Por: Redação | Categoria: Cidades | 11-11-2020 09:38 | 459
Foto de Reprodução

SESC
A Câmara Municipal de São Sebastião do Paraíso solicitou à direção do SESC, em Belo Horizonte, fosse informado o cronograma de obras a ser executada na Praça de Esportes Castelo Branco. Há 17 anos o município cedeu extensa área para implantação do SESC, que acabou não dando conta de construir. A área posteriormente foi destinada ao campus da UFLA, e nos ajustes passou-se a área da Praça de Esportes para o SESC.

Tem base?
No contrato de cessão há cláusula prevendo prazos para início e finalização das obras, sob pena do imóvel retornar para o município. O SESC mais uma vez não cumpriu prazo que acabou sendo esticado. Mas ofício recebido pela Câmara nesta semana surpreendeu negativamente aos vereadores. O SESC informa que iniciará as “demolições” em dezembro de 2020, e o início das obras será em dezembro de 2021. Tem base?

“Terreno vazio”
Conforme foi dito, as demolições já foram iniciadas. O vereador José Luiz das Graças (Do Érika), sugeriu que o Ministério Público seja oficializado e se manifeste a respeito. Lembrou que o município entregou a Praça de Esportes em condições de serem aproveitadas “muitas coisas”, e se demolirem, ficará apenas um terreno vazio. Daí surgiu outra pergunta: como ficará, se não derem conta de novo, e o imóvel tiver que retornar ao município?

Cargo vago
Em sessão extraordinária requerida pelo prefeito Walker Américo, segunda (9/11), a Câmara Municipal de São Sebastião do Paraíso analisou pedido de perda de mandato do vereador Lisandro José Monteiro. O argumento do prefeito é que Lisandro constitucionalmente deveria ter assumido a Prefeitura no período de 15 a 25 de outubro. Por decreto, Walker convocou a então vice-prefeita Dilma Oliveira para assumir o cargo. Candidata a vereadora ela preferiu renunciar ao cargo de vice-prefeita. Por sua vez, Lisandro, também postulando reeleição, também não assumiu a Prefeitura.

Rejeitaram
Logo após abrir a sessão, Lisandro transferiu a presidência para Vinício Scarano Pedroso. Feita a leitura do ofício no qual Walker pediu a cassação de Lisandro, a proposta foi apresentada ao plenário, que por unanimidade a rejeitou. Foi uma varada n’água.

Concedido
Assim que retornou às atividades na Prefeitura, Walker relatou que transferências e pagamentos deixaram de ser feitos pela Prefeitura. Em programa na TV Sudoeste o prefeito teceu críticas a ex vice-prefeita e ao presidente da Câmara. Dilma afirma que ingressou com ação contra Walkinho. Lisandro pediu através via judicial, direito de resposta, concedido pela juíza eleitoral, Édina Pinto.

Em risco
Na sentença, ao conceder o direito de resposta a Lisandro a juíza se referindo ao prefeito Walkinho afirma que “personagem estranho à atual corrida eleitoral vale-se de sua posição de agente político para, mediante entrevista televisiva, também divulgada pela internet, fazer afirmações que, falsas ou não, são capazes de desequilibrar o pleito eleitoral”. Édina Pinto ressaltou que se o presidente da Câmara assumisse o cargo de prefeito nos seis meses anteriores à eleição, sua candidatura à reeleição estaria em risco.

Debates
A TV Sudoeste promove a partir das 19 horas desta quarta-feira (11/11) debate entre candidatos a prefeito de São Sebastião do Paraíso. A exemplo do anterior será transmitido do Teatro ACISSP. Quinta-feira, também com início às 19 horas será a vez da Líder TV em parceria com a Libertas Faculdades fazer o derradeiro debate entre candidatos de Paraíso, neste pleito.