SÃO TOMÁS DE AQUINO

O dinâmico prefeito Salim Abrão

MEMÓRIA AQUINENSE
Por: Selma Braia | Categoria: Cidades | 11-11-2020 00:47 | 695
Ex-prefeito Salim Abrão e esposa Olga Abrão
Ex-prefeito Salim Abrão e esposa Olga Abrão Foto de Arquivo

Remexendo meus guardados, dia destes, deparei-me com uma prestação de contas do senhor Salim Abrão, enquanto Prefeito de São Tomás de Aquino nos idos de 1963 a 1967. Senti que deveria transportar para a época atual esta memória política administrativa de nossa cidade. Infelizmente, e não sei porquê, não temos um museu público que conserve através das gerações a nossa cultura, a nossa história, e aqueles que a escreveram com retidão, exemplos, transparência.

Tempos difíceis aqueles onde Governos Federal e Estadual não esbanjavam verbas como nos dias de hoje e que, na verdade, muitas vezes não chegam ao seu destino final, na interrupção dos corruptos que não são descobertos.

Naquele tempo a palavra era o primeiro documento, depois a assinatura firmando contratos, plantando sonhos para o futuro.

No aniversário de São Tomás, por oportuno tomemos como exemplo a figura do aquinense Salim Abrão, que como outros prefeitos de sua geração, fizeram muito, dentro de pouco que recebiam, mas fizeram com dignidade, prioridades corretas, transparência de seus atos.

Em seguida fazemos a transposição resumida de seu depoimento escrito, ao povo de São Tomás de Aquino quando entregou a Prefeitura.

“Cabe-nos o dever de prestar contas, de participar ao nobre povo aquinense, o acontecido e de dizer a todos o que foi feito. Logo que assumimos o cargo, procuramos nos cercar de bons funcionários, pessoal técnico responsável e competente a fim de conseguir sucesso administrativo com economia e honestidade.

As escolas rurais receberam maior e melhor material didático. Procuramos melhorar os vencimentos das professoras. Durante dois anos, com a colaboração do Ginásio São Tomás realizamos cursos de aperfeiçoamento, visando o progresso do ensino nas escolas rurais. Adquirimos carteiras novas e material abundante.

Com a ajuda do Governo Federal e trabalho do Deputado Último de Carvalho construímos dois grupos escolares rurais em tempo recorde.  Realizamos a construção do novo prédio para o ginásio, também com recursos do governo”.

“Somente com a renda municipal foi-nos possível construir o seguinte: Um moderno prédio para a Prefeitura e Câmara e garagem para quatro veículos.

Construímos o Hotel Municipal montado em perfeitas condições de higiene e acomodações, preenchendo uma necessidade por todos sentida. Reformamos o cemitério, guiando a avenida interna, fazendo o devido zoneamento para as sepulturas.  Canalizamos á água e também foi feita arborização. O jardim da Praça Cônego Tomás foi bem cuidado, com o plantio de novas flores e árvores ornamentais. Colocamos também quarenta e três bancos e montamos um abrigo para o ponto de ônibus, na praça.

Foi feita a reforma do Matadouro proporcionando melhores condições de higiene e trabalho, adquirindo moderno carroção para transporte de carne. Colaborando com o Estado, a prefeitura reformou o prédio onde está a Coletoria Estadual.

Reformamos a antiga Prefeitura para abrigar Escritório da ACAR. Através do Deputado Joaquim de Melo Freire foi possível a instalação do Posto de Saúde, Unidade Sanitária. Instalamos quinze luminárias de mercúrio a vapor na praça principal e grande parte da Rua Alves de Figueiredo, melhorando a iluminação. Várias ruas e avenida foram calçadas, 6.000 metros quadrados de calçamento 962 metros de guias de cimento, somados ao já existentes 8.000 metros. Construímos caixa de água com capacidade de cem mil litros e rede 470 metros de canos, uma bomba foi instalada de 25 HP.

As estradas foram muito bem cuidadas a ponto do município ser apontado na região, como o que melhor cuidou do problema. Trabalhamos com afinco para a instalação da Caixa Econômica Estadual com esforços dos deputados amigos. Da mesma maneira para estadualizar nosso ginásio. Providenciamos a numeração de todas  as casas e prédios de nossa cidade.

Demos inteira assistência ao Hospital Nossa Senhora do Sagrado Coração, ao Asilo e contribuímos para a Caixa Escolar do Grupo Olegário Maciel. Conseguimos a vinda do escritório da ACAR para São Tomás.

Procuramos realizar uma administração sem políticas e sem mesquinharias.

Queremos agradecer especialmente aos chefes políticos Aquino Antonio de Carvalho e Jairo de Lima, que apesar de militantes em campos contrários, souberam unir seus esforços, emprestando o valoroso apoio e prestigio em favor do progresso de nossa querida cidade.

Entregamos a Prefeitura, sem qualquer dívida. Tudo foi pago pontualmente. Ninguém é credor dos cofres públicos municipais. Recebemos a Prefeitura com orçamento de Cr$ 6.875.000 (Seis milhões oitocentos e setenta e cinco cruzeiros). Deixamos um orçamento de Cr$ 75.000.000 (Setenta e cinco milhões de cruzeiros) o patrimônio municipal recebido foi de 5.153.320 (Cinco milhões, cento e cinqüenta e três mil trezentos e vinte cruzeiros) deixamos o patrimônio de Cr$ 53.7818.611 (cinqüenta e três milhões oitocentos e dezoito mil seiscentos e onze cruzeiros).

Temos a certeza que o próximo Prefeito Sr. Geraldo Al-ves Rodrigues, continuará trabalhar por esta abençoada cidade em benefício deste povo bom e obreiro.

A missão está cumprida, graças a Deus.”

São Tomás de Aquino, 31 de janeiro de 1967. Ass. Salim Abrão.

JORNAL DE ANIVERSÁRIO

- JULHO DE 2001