CERTIFICADO

CMDI entreva certificação ao Asilo São Vicente de Paulo de Paraíso

Por: Nelson de Paula Duarte | Categoria: Entretenimento | 18-11-2020 10:02 | 155
Foto de Nelson P. Duarte

O Conselho Municipal de Direito do Idoso (CMDI) de São Sebastião do Paraíso aprovou em reunião no dia 29 de setembro, a certificação de inscrição do Asilo São Vicente de Paulo. Em solenidade na manhã desta terça (17/11) com a presença de diretores do Conselho, do Asilo, profissionais que trabalham naquela entidade, foi entregue o certificado.

Fundado em março de 2017, um dos primeiros atos do Conselho foi notificar o Asilo São Vicente de Paulo (entidade de longa permanência) para a entrega de documentos necessários à sua inscrição junto ao CMDI.

Conforme explica Waldemar Antônio Galvão, presidente do Conselho, de novembro de 2017 a julho de 2019 o Asilo São Vicente apresentou vários documentos, mas alguns ficaram pendentes. “Mantivemos contatos, e com muita transparência o então presidente do Asilo, Paulo Vitor dos Santos expunha as dificuldades que a entidade vinha passando, inclusive financeiras para manter-se e despesas para regulamentar-se às exigências da Vigilância Sanitária e Corpo de Bombeiros na emissão dos alvarás de funcionamento”.

Tendo em vista a pandemia, as reuniões do CMDI foram suspensas em março, mas conforme segundo Waldemar Galvão, “em acordo com o Ministério Público, Secretaria de Desenvolvimento Social e diretoria do Asilo São Vicente de Paulo, três conselheiros do CMDI, acompanhados por médico e o presidente do Asilo, em agosto passado, as instalações foram fiscalizadas, levando-se em conta 50 itens.

“Este foi o caminho percorrido por esta entidade de longa permanência. Certificada está apta e regular perante aos órgãos públicos do país”, ressaltou Waldemar Galvão.

O presidente do CMDI disse do benemérito serviço social prestado pelo Asilo e na pessoa do atual presidente, Leonardo Borges de Souza, homenageou diretorias desde sua fundação até os dias atuais, que muito fizeram para que aquela entidade de longa permanência chegasse a estrutura que hoje tem, e fez jus à certificação. 

O Asilo atende em torno de 60 a 70 idosos, a quem Leonardo Borges Souza carinhosamente chama “nossos filhos”. Ele destacou que para obtenção do certificado emitido pelo Conselho, esbarrou em questões burocráticas junto a entidades que, por lei, fornecem certificados de regularidade.

Waldemar Galvão agradeceu conselheiros do CMDI que se desdobraram na elaboração e análise de documentos. Uma placa marcando esta importante conquista de regularidade foi descerrada por Waldemar Antônio Galvão, Leonardo Borges de Souza e pelo ex-presidente do Asilo, Paulo Vitor dos Santos.

Paulo Vitor fez pedido para que empresas e pessoas jurídicas quando de declarações de renda, destinem conforme facultado pela lei, parte de seus impostos de renda devidos, para o Asilo São Vicente de Paulo, pois será de grande valia.