CURTAS DA EDIÇÃO 2459

Curtas

Por: Redação | Categoria: Cidades | 21-11-2020 10:09 | 270
Foto de Reprodução

Não concordam
Ao que chegou para esta coluna, alguns candidatos a vereador em São Sebastião do Paraíso que contavam com determinado número de votos que acabaram não se confirmando, articulavam o ingresso na justiça por se sentirem lesados. Pelo lado prático, sabe-se não ser tarefa fácil se conseguir o acatamento pela Justiça Eleitoral em situação dessas. Se durante o período de votação não se questionou eventual irregularidade, depois de totalizados, torna-se mais complicado.

Reeleição
Corre à boca miúda que o atual presidente da Câmara Municipal, Lisandro José Monteiro, irá tentar no próximo ano ser reeleito para a presidência do Legislativo Municipal. Conforme apurado por esta coluna, ele já está se mobilizando e destacou que após apanhar muito nos dois últimos anos, é a chance que tem para, alinhado aos ideais do prefeito eleito e companheiro de Câmara, Marcelo de Morais, conseguir trazer desenvolvimento para São Sebastião do Paraíso.

Estranheza
Projeto de Lei Complementar 73 que trata de urbanização vertical no bairro Centro, enviado à Câmara Municipal pela Prefeitura, e que foi tratado em Audiência Pública na tarde de quinta-feira (19/10), causou estranheza ao vereador Marcelo de Morais após equipe técnica da prefeitura dizer que é uma propositura que precisa ser muito bem estudada antes de ser aprovada.  Morais solicitou que projeto pudesse ser retirado de pauta para que a próxima gestão possa se debruçar sobre a propositura e aprova-la no máximo até abril de 2021.

Retirado
O presidente da Câmara, Lisandro José Monteiro, atendeu ao pedido de Morais, que garantiu que assim que assumir ao cargo de chefe do Executivo Municipal, irá reunir todas as partes envolvidas, principalmente o setor técnico da Prefeitura que deveria ter sido ouvido desde o início, para trabalhar não apenas neste projeto, como também na atualização do Plano Diretor como um todo.

Desburocratizar
Ainda no clima de mostrar a que veio, o prefeito eleito Marcelo de Morais já sinalizou que a prefeitura passará por um processo de modernização e desburocratização em serviços como emissões de certidões e guias. Na próxima semana, ele estará em visita na prefeitura de Ribeirão Preto, acompanhado por técnico em informática que está realizando o estudo de viabilidade desse novo sistema para o município, para ver como funciona o processo e trazer essa modernização para Paraíso.

Em Passos
E por falar no prefeito eleito, Marcelo de Morais, na manhã de sexta-feira (19/11) ele esteve em Passos junto com o vice, Daniel Tales, onde se reuniu com equipes médicas do Hospital do Câncer e da Santa Casa de Passos. Um dos motivos principais da visita foi para tratar do SUS Fácil, em especial sobre o atendimento referente a neurocirurgia oferecido pela Santa Casa passense, que é a referência na região.

Aprimorar
Morais destacou que a visita, considerada histórica por diretor da Instituição em Passos, teve o objetivo de alinhar posicionamentos técnicos e políticos, para que não haja mais problemas na transferência de pacientes para atendimento na cidade vizinha. Um dia antes, ele e Dr. Daniel também se reuniram com diretores da Santa Casa de São Sebastião do Paraíso. Em sua rede social divulgou que irão também a Serrana e Cravinhos, no Estado de São Paulo, que segundo afirma, são modelos em termos de UBs e ambulatório, sendo “estrutura barata e fantástica”.

Onda Verde
Anunciado pela prefeitura nesta semana, São Sebastião do Paraíso evoluiu para a Onda Verde no sistema de medidas adotadas para a contenção da pandemia da Covid-19. Significa que dentro dos protocolos previstos pelo Programa Minas Consciente, as atividades econômicas no município poderão ser ainda mais flexibilizadas, entre elas, apresentações com presença de público, mas ainda respeitando questões como distanciamento social, uso de álcool em gel e máscara.

Diminuíram
A Onda Verde foi adotada tendo em vista a redução significativa dos casos confirmados da Covid-19 ao longo das últimas semanas. Em média, vinham sendo registrados entre 10 e 15 novos casos positivos por dia, além de óbitos quase diários. Todavia, esses números caíram pela metade, possibilitando ao município avançar da Onda Amarela para a Onda Verde. A população, porém, precisa continuar alerta e manter as medidas preventivas para evitar o contágio pela Covid-19.