ACELERANDO AS VENDAS

Saiba como a inteligência espiritual promove as vendas

Mais do que uma estratégia, desenvolver a inteligência espiritual gera benefícios para empresa e para equipe.
Por: James Warley | Categoria: Comércio | 25-11-2020 09:59 | 174
Foto de Reprodução

Voltando um pouco na história, há 100 anos, surgiu o termo “QI”, que significa “Quociente de Inteligência”, em outras palavras, unidade de medida das habilidades cognitivas, cujos estudos avançaram propondo que é possível desenvolver esse quociente através de estudo, leitura, mudança de hábitos, novos conhecimentos, como aprender idiomas ou tocar instrumentos, além de exercícios físicos.

Na década de 90, um segundo quociente começou a ser estudado para avaliar a “inteligência emocional”, ou seja, a capacidade do ser humano de identificar e gerenciar as próprias emoções e as dos outros. Ficou conhecido como “QE”. Utilizar a inteligência para controlar as emoções é fundamental, pois evita, por exemplo, prejuízos orgânicos causados pela irritação, estresse ou frustração, melhora a qualidade dos relacionamentos, inclusive profissionais.

Essas duas inteligências são imprescindíveis para todos nós, mas a que pretendemos abordar neste momento é a espiritual, que vem sendo amplamente estudada por cientistas de várias partes do mundo, os quais, recentemente, publicaram pesquisas que comprovam a existência de uma área no cérebro responsável pelas experiências espirituais das pessoas. Seu quociente recebeu a sigla “QS” para representar a presença maior ou menor dessa terceira inteligência, que coloca nossos atos e experiências num contexto mais amplo de sentido e valor, tornando-os mais efetivos.

A física americana Dana Zohar, em seu livro “QS – Inteligência Espiritual”, exemplifica os benefícios do desenvolvimento dessa inteligência, como ampliação dos horizontes, da criatividade e da necessidade de encontrar um sentido para a vida. É ela que usamos para desenvolver valores éticos e crenças que vão nortear nossas ações.

A autora sugere a prática de alguns princípios para aumentar a inteligência espiritual: Tenha pensamentos positivos; Descubra quem você é; Seja humilde; Tenha compaixão; Reveja seus valores; Viva o presente; Use “por que” para não se fechar para a verdade; Mude a mente para novas perspectivas; Valorize seus princípios; Celebre a diversidade e Descubra a sua vocação.

A título de exemplo prático, nos últimos 7 anos, acumulamos experiências concretas de resultados promovidos dentro das empresas pela simples melhoria da qualidade dos pensamentos dos diretores e da equipe, que criaram vibrações favoráveis para um ambiente de trabalho mais amigável, gerando energias positivas e entusiasmo que atraíram clientes, o que já significou aumento de mais de 70% das vendas em curtíssimo tempo.

Portanto, além de você promover treinamentos técnicos e motivacionais, para desenvolver a inteligência e o controle das emoções, implemente estratégias para promover, também, o quociente espiritual da sua equipe, para que sejam mais felizes e desfrutem de uma vida repleta de sentido e propósito.

Até a próxima semana!
James Warley
consultoria@idecorp.com.br