CAFÉ DE QUALIDADE

2º concurso municipal Café de Qualidade define ganhadores

Por: Redação | Categoria: Agricultura | 27-11-2020 18:30 | 849
Foto: Amanda Souza

A Prefeitura de São Sebastião do Paraíso, através da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário (Sedeagro), realizou uma live na noite de quinta-feira, 26, para premiar os vencedores do 2º Concurso Municipal Café de Qualidade. Dos apresentados, 18 foram classificados para a etapa final até se definir os cinco melhores.

O grande vencedor foi Adílson Carvalho dos Santos (Sítio Santa Luzia – bairro rural Pimentas), que ganhou o selo de qualidade "O Paraíso dos Cafés Finos" e uma carreta basculante rodado duplo 4.000 kg mais uma roçadeira.

Marcelo Safatle Soares, do Sítio São Paulo (Faxina), ficou em 2º lugar e foi premiado com um soprador manual marca Husqvarna (modelo 125B, cilindrada 28) e mais R$ 1.200,00 em vale-compras. Dagmar Resende Pimenta, da Fazenda Santo Amaro (Morro Alto), obteve a 3ª colocação e recebeu como prêmio uma roçadeira manual marca Brudden (modelo T26) mais uma caixa de ferramentas com 90 peças. José de Souza Uzae, do Sítio Morro Vermelho e Pinheirinho (Morro Vermelho), recebeu um pulverizador costal elétrico e manual pelo 4º lugar e Marco Aurélio da Silva e outros, da Fazenda São Sebastião, na 5ª posição, foi premiado com um diagnóstico da sua propriedade que fica no bairro rural da Antinha.

Os demais finalistas, por bairro rural, foram: Alexandre Antônio Adolfo de Souza (Sítio Renascer) e Denise Gonçalves Westin (Fazenda Morro Alto) — ambos do bairro Nossa Senhora das Mercês, Benedito Rodrigues Moura (Fazenda Jaraguaia), Henry José Brigagão Alcântara e Antônio Carlos Brigagão Alcântara (Fazenda Pau d’Alho), Joaquim Peres Neto (Sítio Serrinha), Paulo Alves (também da Fazenda Pau d’Alho) e Paulo César Ozelim (Fazenda Santa Terezinha) — todos da região rural dos Pimentas, Juscelino Fernandes de Lima (Sítio Encanto da Natureza – Termópolis), Leonor Pimenta Neves e outros (Sítio São Geraldo), Luciano de Paula Oliveira (Fazenda Morro Vermelho) e Pieter Johannes Marie Keijsers (Sítio Mavacatu) — ambos da região do Morro Vermelho, Orothides Auxiliador de Souza (Fazenda Marques) e Rodrigo de Pádua Safatle Soares (Sítio São José – Faxina).

O objetivo do concurso é incentivar a constante melhoria da qualidade dos cafés do município, como meio mais eficaz na conquista de novos mercados; agregar valor e atender à crescente demanda por produtos diferenciados; identificar a qualidade dos cafés produzidos e a participação dos cafeicultores no processo produtivo e gestão da qualidade, além de divulgar a qualidade dos cafés do município. O “carro chefe” da economia paraisense é o café, que ocupa aproximadamente 16 mil ha, uma produção cerca de 450 mil sacas/ano e um movimento em comercialização em torno de três milhões de sacas/ano.

Todas as amostras de café passaram pela fase de classificação, degustação e avaliação sensorial e, para se chegar aos finalistas e vencedores, os jurados pontuaram de zero a dez diversos quesitos como: ponto de torra, fragrância, aroma, uniformidade, ausência de defeitos, doçura, sabor, acidez, corpo, finalização e equilíbrio.

O 2º Concurso Municipal Café de Qualidade é uma realização da Prefeitura/Sedeagro, em parceria com a Emater/MG, Cooperciturs, Olam Coffee, Caffer, Volcafé, Nova América, Peneira Alta, Sindicato dos Produtores Rurais (Sindpar) e Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Serviços (Acissp). Tem ainda o apoio da AWZ Máquinas, Café Aviação, Café Scarano, Casa da Lavoura, Edinho Transportes Ltda., Esid, Imobiliária Mediterranèe, Magrão Agro, Sicoob Nossocrédito, Sicred, Tozzi Alimentos e Via Verde Agroconsultoria.
(por Adriano Rosa)