GILBERTO AMARAL

Sem cumprimentos

Por: Gilberto Amaral | Categoria: Brasil | 02-12-2020 16:53 | 279
Ibaneis Rocha
Ibaneis Rocha Foto de Reprodução

Sem cumprimentos
A Agência Reuters divulgou pelo mundo a notícia de que o presidente Jair Bolsonaro (foto) por enquanto não cumprimentará o presidente-eleito dos EUA, Joe Biden, pela recente vitória nas urnas. Na verdade, é igual data de aniversário: ou se dá parabéns no mesmo dia - ou pelo menos no dia seguinte - ou melhor é nem fazê-lo. A propósito, Biden já começou a fazer contato telefônico com os principais líderes mundiais para conversar sobre dois assuntos para os quais Bolsonaro não dá a mínima: Covid 19 e meio-ambiente.

Cafés...
Finalmente gente de todo o Brasil vai ficar conhecendo minha cidade-natal, São Sebastião do Paraíso, Minas Gerais. É que a Nescafé lançou uma linha de cafés especiais - Origens -, e São Sebastião foi homenageada com um rótulo próprio.

...do Paraíso
E como se faz com os bons vinhos, os baristas identificam no Nescafé da minha terra sutilezas específicas: a torra média traz sua doçura natural em notas aromáticas e de sabor que lembram frutas vermelhas, caramelo e chocolate. Disponível nas versões solúvel e para coar.

Prefácio
Quem esteve na Corte para uma rápida visita ao presidente José Sarney foi o ex-governador Moreira Franco. Veio lhe pedir para que escreva o prefácio do livro “Biografia de Vasconcelos Torres”, seu finado sogro. Sarney aceitou com prazer.

ACORDA BRASIL!
Enquanto o mundo subdesenvolvido mantém seus alicerces de geração de emprego e renda no modelo exportador de commodities e sucateamento de seus parques industriais, sem planejamento de médio e longo prazos, sem perspectivas claras e plausíveis capazes de reverter a tendência de estagnação econômica e de mitigar os efeitos deletérios da atuação de uma classe política decadente e anacrônica, os países e blocos internacionais desenvolvidos debatem e planejam o novo caminho industrial a ser trilhado até 2030, como revela estudo intitulado “A New Industrial Strategy for Europe”, disponível aos leitores interessados no sítio da Comunidade Europeia (https://eur-lex.europa.eu/legal-content/EN/TXT/?uri=CELEX:52020DC0102)

Recursos
Foi sancionada a lei que libera mais de R$ 6,1 bilhões para investimentos em obras de infraestrutura no país, dinheiro proveniente de transferências de recursos entre ministérios e do superavit financeiro do ano passado. Do Ministério da Educação foram retirados R$ 1,4 bilhão. O pacote injeta recursos principalmente no Ministério do Desenvolvimento Regional (R$ 2,3 bilhões) e no da Infraestrutura (R$ 1,05 bilhão) para investirem em obras.

Musical
Dirigido por Carlos Alberto Serpa, arranjos musicais de Cyrano Sales, produção de Marcus Brandão e figurinos de Victor Zott, estreou na Casa Julieta de Serpa o jantar musical “E nasce o Amor”, em cartaz até o dia 16. No palco, os cantores e atores Santiago Villalba e Tamara Trindade, os músicos Lucas Fixel, Andrey Cruz e Yuri Reis.

ENCONTRO DO LIDE BRASÍLIA
Em palestra seguida de almoço no Brasília Palace Hotel, cumprindo todos protocolos de segurança, o governador Ibaneis Rocha falou ao empresariado da capital federal sobre os desafios enfrentados pelo governo no ano de 2020 e apresentou um panorama para a retomada da economia em 2021.

O governador Ibaneis Rocha (foto), começou sua explanação falando das medidas implantadas desde o início do governo. Segundo ele, era para que, em 2020, o Distrito Federal tivesse um desenvolvimento pleno de sua economia, mas que, com a pandemia, algumas medidas duras tiveram de ser tomadas, como o fechamento do comércio durante alguns meses. A área da saúde recebeu o maior foco do governo.

Para o próximo ano, Ibaneis espera que sejam alcançadas o dobro de metas previstas para o ano de 2020, com inúmeras licitações já previstas para serem liberadas. “Nosso plano é cada vez mais trazer para Brasília novas empresas, para que assumamos o papel idealizado por JK, de sermos um polo de integração comercial entre o Norte, Nordeste, Sul e Sudeste, e é nesta perspectiva que temos investidos. Conseguimos que várias empresas grandes viessem para a cidade e instalassem aqui seus centros de distribuição”, revelou.

Fernando Brites, José Eduardo Pereira Filho, o presidente do Lide Brasília, Paulo Octávio e Júlio Cesar Ribeiro

Beatriz Guimarães, Paulo Henrique Costa, Anne Wilians, Carolina Mendes, Janine Brito e Laura Oliveira

Aníbal Bento da Silva, Teruo Fujioka, Getúlio Moreira Lopes, André Clemente, José Eduardo Pereira Filho, Lysipo Gomide e Luciano Ribeiro

Fotos de Fabiano Neves

Raice
Saint-Émilion: de família a família
A revista Terre de Vins revelou na quarta-feira a nova aquisição da família Cuvelier: o Château Beauséjour (foto), um Premier Grand Cru Classé emblemático de Saint-Émilion Saint-Émilion. A propriedade pertencia a família Duffau-Lagarrosse desde 1847. As duas famílias assinaram um acordo de venda e a transação deverá ser finalizada no início de 2021, tempo necessário para os trâmites administrativos.

Livre comércio
O Reino Unido e o Canadá negociam novo acordo comercial para o próximo ano, via videoconferência, dando continuidade ao livre comércio que inclui vinho e destilados. O acordo representa para a Grã-Bretanha £ 11,4 bilhões de exportação em bens e serviços, poupando as empresas de uma carga tributária potencial de £ 42 milhões. O Canadá é o terceiro maior destino de exportação de vinho inglês, representado 17% do mercado em 2019. Quanto aos destilados, os canadenses importaram £ 94,4 milhões em uísque escocês em 2019, um aumento de 5,7% em valor em relação ao ano anterior.

Boom inglês
salva Borgonha
De um lado, o Reino Unido exporta seu vinho para o Canadá, do outro, “salva” a exportação da Borgonha durante esta pandemia da Covid-19. Nesses primeiros nove meses, o mercado britânico cresceu + 11,6% em volume e + 1,3% em negócios, comparado ao mesmo período em 2019. Chegando temporariamente à primeira posição dos importadores de vinhos da Borgonha, em maio e junho, à frente dos EUA! No entanto, o Brexit e o confinamento decidido pelo governo Boris Johnson (foto), podem acabar com esse eldorado. As exportações representam quase a metade das vendas de vinho na Borgonha.

Raimat Natura
O produtor de Cava Raimat, na Catalunha, deve inaugurar a maior reserva natural de vinhas da Espanha, em 2021. O parque Raimat Natura terá 700 hectares e abrigará mais de 100 espécies diferentes de flora e fauna, inclusive espécies ameaçadas de extinção como a águia de Bonelli. O vinhedo é 100% orgânico e o cultivo da vinha é completamente integrado ao meio ambiente, respeitando o habitat natural e as espécies que neles vivem. A inauguração está programada para a primavera europeia. A entrada será gratuita, oferecendo aos visitantes trilhas para caminhada e ciclismo de até 50 km.

Jair Bolsonaro
Aníbal Bento da Silva, Teruo Fujioka, Getúlio Moreira Lopes, André Clemente, José Eduardo Pereira Filho, Lysipo Gomide e Luciano Ribeiro
Beatriz Guimarães, Paulo Henrique Costa, Anne Wilians, Carolina Mendes, Janine Brito e Laura Oliveira
Boris Jonhson
Château Beauséjour
Fernando Brites, José Eduardo Pereira Filho, o presidente do Lide Brasília, Paulo Octávio e Júlio Cesar Ribeiro