CONGADAS

Sem desfiles, Congada será restrita

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Entretenimento | 26-12-2020 09:23 | 1006
Para evitar aglomeração, neste ano não haverá a tradicional procissão, mas imagens ficarão expostas na Matriz São Sebastião
Para evitar aglomeração, neste ano não haverá a tradicional procissão, mas imagens ficarão expostas na Matriz São Sebastião Foto de FOTOS: Roberto Nogueira

De maneira inédita, sem as tradicionais apresentações dos ternos, dos congadeiros e moçambiqueiros, a festa da Congada de 2020 vai se resumir ao cumprimento de alguns atos religiosos. Considerado o maior evento festivo de São Sebastião do Paraíso, neste ano devido à pandemia do coronavírus foram deixados de lado apresentações e desfiles para evitar as aglomerações. “Foi assim que ocorreu durante a solenidade do levantamento das bandeiras, no dia 8 de dezembro, e será agora também no período de 26 a 30 quando ocorria a nossa festa máxima”, comenta Vicente Neto, um dos responsáveis pela parte religiosa da festa.

Em anos anteriores, nesta época, os organizadores da Congada estavam acertando os últimos detalhes para a realização da festa. Em 2019, por exemplo, a passarela do congo teve como principal novidade a colocação de enormes tendas em toda a sua extensão, evitando que os ternos desfilassem debaixo de chuva. O feito considerado inédito, não se repetirá agora em 2.020 já que as apresentações foram canceladas e a passarela sequer foi montada. “É algo diferente, nunca passamos por uma situação assim antes, é triste, mas é a realidade”, comenta Vicente.

       Mesmo assim o coordenador da parte religiosa da Congada cita que algumas atividades serão mantidas. “Não teremos a procissão das imagens como ocorria em todo dia 26, com a saída da capela do Rosário, na Vila Mariana, com percurso até a Matriz São Sebastião”, observa. No entanto as imagens de cada santo padroeiro do dia estarão expostas na igreja, no centro da cidade, para que os fiéis e devotos possam cumprir suas promessas e expressar suas devoções.

As homenagens são feitas a cada santo nos seguintes dias: Nossa Senhora do Rosário (dia 26), São Benedito (27), Santa Efigênia/São Sebastião (28), São Domingos/Santa Isabel (29) e Santa Catarina e São Jerônimo no dia 30 de dezembro. “Em cada dia haverá celebração da Santa Missa, às 18 horas, com a participação limitada de representantes dos ternos para não haver aglomeração”, acrescenta.

As missas serão transmitidas pela Rádio da Família e possivelmente pelas redes sociais da Paróquia São Sebastião. “A participação do povo será restrita, já que as vagas serão reduzidas e é necessário a inscrição, bem como a observação do uso obrigatório de máscaras, álcool em gel e que se mantenha o distanciamento social”, enumera. Haverá ainda a procissão com o santo do dia somente dentro da igreja.

Por último no dia 31 de dezembro após o descendimento das bandeiras haverá a procissão dos congadeiros para dentro da igreja o que deverá marcar o encerramento do evento neste ano. “Tudo deverá seguir os protocolos estabelecidos pelas autoridades de saúde e também em obediência as determinações da igreja”, ressalta o coordenador religioso da festa.

Vicente finaliza dizendo que a expectativa é para que em 2.021 com a chegada da vacina as atividades possam voltar a ocorrer normalmente, “que possamos no próximo ano retomar a realização da festa da Congada da maneira tradicional, como estávamos acostumados a fazer anteriormente”, finaliza.