APC

Natal Virtual

Por: Redação | Categoria: Cultura | 26-12-2020 00:19 | 427
Foto de Reprodução

Abençoada seja a esperança por dias melhores. Paciência, entendimento e compreensão, fazem parte do contexto vida. Sentimentos e emoções refletidos na mente, palpáveis aos nossos olhos, tocam no âmago da alma, despertam o sentimento adormecido no coração.

O amor é um sentimento pessoal, o amor não se perde na pessoa amada, encontra-se. Abrace o próximo com a força do seu pensamento, quem ama cuida e tudo que cuidamos dura mais. Eleve seu pensamento e faça um diálogo mental com Deus, comece agradecendo, afinal você está vivo e pode recomeçar. Natal e Ano Novo vêm e vão, assim como as ondas do mar! A situação de momento exige o máximo em cuidados.

Festas, comemoração em família e aglomerações aumentam o risco de possível contágio. As decisões que fazemos geram consequências, o bem e o mal são sementes que semeamos e o fruto é nosso em qualquer tempo.

Qual dor mais ardente que a dor da gente? A compreensão de todos com todos pode ser decisiva. Pense positivo, tenha fé e esperança, aproveite a oportunidade de fazer o bem.

Natal virtual, de longe também se ama e para quem ama basta um olhar. Onde estiver você observa ou está sendo observado. Ser bom e confiável é um desafio.

Pandemia é uma ameaça presente, um terrível pesadelo a nível mundial. Estamos na faixa amarela, mas pode ser que alguém em sua idéia de liberdade, não ache justo seguir as orientações da Organização Mundial de Saúde. Não estou afirmando nada. O risco é o preço de improváveis comemorações.

 Festas oferecem mais chance de prazer, mas não é felicidade. Como alguém pode ser feliz diante da infelicidade dos outros? Respeite o silêncio dolorido de milhares de famílias observando a ausência de alguém próximo e querido! Reflita sobre a brevidade da vida! Alguém poderia perguntar, por que ele e não eu? Viva a alegria de viver! Acrescente vida aos seus dias. Festas, aglomerações contribuem com a expansão do vírus, é como pular no abismo de olhos fechados. Faça tudo que estiver ao seu alcance e um pouco mais pelo próximo, faça a diferença! Ao constatar a dramática infelicidade da maioria dos seres humanos, a sociedade reclama urgentemente por uma solução duradora! A imunidade da população.

Dois mil e vinte deixou um grande aprendizado! A inspiração do amor universal entre seres humanos. A possibilidade com a qual o ser humano sonha realizar-se como pessoa.

Renove-se de esperança! Trezentos e sessenta e cinco dias de descobertas e paixões ao longo dos próximos doze meses estão chegando e nós estaremos esperando...

 Feliz Natal, próspero Ano novo, saúde e paz, boas e verdadeiras amizades.

 

Laércio Felício da Silva

– membro Efetivo da Academia Paraisense de Cultura.