EMPREGOS

Paraíso apresenta saldo positivo na geração de empregos em novembro

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Brasil | 30-12-2020 00:10 | 214
Município encerrou novembro com 471 trabalhadores admitidos com carteira assinada
Município encerrou novembro com 471 trabalhadores admitidos com carteira assinada Foto de Divulgação

Novembro de 2020 pode ser considerado um mês de comemorações na geração de empregos em São Sebastião do Paraíso. Conforme com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia, foram registrados 471 novos postos criados no mês de referência. O período fechou com saldo positivo de 85 vagas. O saldo acumulado do ano também é positivo com 90 postos de trabalho criados.

Aos poucos a geração de empregos com carteira assinada vem se firmando na cidade após o primeiro semestre considerado crítico após os efeitos negativos da pandemia. Desde setembro que os números vêm se estabilizando com saldos positivos. O último levantamento apresentado pelo Caged confirma esta condição. Em julho, por exemplo, foram geradas 397 vagas, encerrando uma fase de instabilidades e incertezas.

Agora com um quadro mais estável na economia várias empresas e indústrias retomaram as atividades produtivas e tem sido necessário cada vez mais a contratação de trabalhadores com carteira assinada. A mesma condição é registrada nos setores do comércio e serviços. Com isso, Paraíso registrou em novembro 471 admissões e 386 desligamentos, com saldo de 85 vagas. No acumulado do ano as contratações totalizaram 5.186, enquanto que as demissões ficaram 5.096 e saldo 90 vagas, tendo ultrapassado o período mais difícil que assolou a economia.

Minas Gerais registrou, pelo sexto mês consecutivo, saldo positivo na geração de empregos. Após o impacto da chegada da pandemia de Covid-19 ao País, em março, o Estado vem apresentando superávit na criação de postos de trabalho desde junho. Em novembro, foram 155.251 admissões e 122.357 desligamentos, totalizando 32.894 vagas. Com o resultado, a geração no acumulado do ano também segue positiva desde outubro.

O Brasil abriu 414.556 vagas formais de emprego em novembro, recorde para todos os meses da série histórica Caged iniciada em 1992, desempenho que levou o saldo do ano a território positivo apesar do impacto no mercado de trabalho da pandemia de corona-vírus.

Este foi o quinto mês seguido em que o Caged ficou no azul, informou na quarta-feira (23) o Ministério da Economia, defendendo que o desempenho confirma a retomada do crescimento econômico após a fase mais crítica do surto de Covid-19, no segundo trimestre do ano.