EMPRESAS E EMPRESÁRIOS - ACISSP EM FOCO

Casa das Tintas fundada há mais de 35 anos em Paraíso, está em novo endereço

Por: Nelson de Paula Duarte | Categoria: Cidades | 11-01-2021 06:16 | 924
Marcelo Caldas, Renato Dias de Souza, Celeida Aparecida Pereira Fernandes e Eudes José Carnevale e o Marciel Garcia
Marcelo Caldas, Renato Dias de Souza, Celeida Aparecida Pereira Fernandes e Eudes José Carnevale e o Marciel Garcia Foto de Nelson P. Duarte

Há mais de trinta e cinco anos, a Casa das Tintas iniciou suas atividades em São Sebastião do Paraíso. Primando-se por oferecer produtos de qualidade e presteza no atendimento, é uma das mais tradicionais em sua área de atuação. Desde os últimos dias de dezembro passado, está em novo endereço, na Avenida Monsenhor Mancini, 1027.

Eudes José Carnevale, diretor proprietário da empresa, conta que pretendia ser médico. Acabou prestando concurso para o Banco do Brasil, onde trabalhou por dezessete anos. Ainda era bancário quando sua visão empresarial o levou montar juntamente com um colega do banco, a Casa das Tintas, em 1985.

Por um período de cinco anos o trabalho de Eudes no banco era conciliado com uma loja de confecções e a papelaria de sua mãe, Ana Maria Marinzeck Carnevale que também era comerciante nata. “Com o correr dos anos eu e meu primeiro sócio achamos por bem separar a sociedade, e parte dele foi adquirida por meu irmão José Luiz Carnevale”, explica.

A primeira loja da Casa das Tintas foi onde por anos funcionou o Instituto Monsenhor Felipe, na avenida Angelo Calafiori, imóvel pertencente à Mitra Diocesana, gerida pela matriz Nossa Senhora da Abadia. “Os antigos locatários haviam saído, falei com o Padre Geraldo Rezende. Alugamos,  fizemos a reforma e ficamos lá por aproximadamente dezenove anos” conta Eudes Carnevale.

À época “o senhor bispo alegou que pretendia vender o imóvel, e nos pediu o cômodo. Eu já havia adquirido este imóvel para onde nos transferimos no final de 2020, e a intenção seria construir a loja aqui, mas houve mudança nos planos.  O proprietário do imóvel na esquina com a rua Dr. Placidino Brigagão com a Angelo Calafiori, que confrontava com nossa loja, nos alugou e a loja foi para lá, onde permanecemos por dezessete anos, ou seja, até dezembro passado. Eu poderia ter construído nossa sede própria, há mais tempo, mas creio que “em tudo tem o tempo de Deus”, salienta Eudes.

Construímos aqui, e graças a Deus ficou muito bom, temos estacionamento que facilita para clientes (lá não tinha). Viemos e a obras de construção da loja ainda não estavam concluídas.  A inauguração havia sido marcada para o dia 28 de dezembro, mas acabou não acontecendo.

Sobre o tino comercial que resultou numa empresa próspera, conceituada regionalmente, Eudes admite que certamente tem origem em seus avós, maternos e paternos. “Creio que seja de meus avós, José Marinzeck, pai de minha mãe Ana Maria Marinzeck Carnevale, de meu avô paterno, Capitão Emílio Carnevale, e Damião Buzon (bisavô)”.

O crescimento da Casa das Tintas, conforme explica, veio de uma luta constante. Aprendi com minha avó Maria Marinzeck, nascida na Eslovênia, que sempre me afirmava:” Olho do dono é que engorda porco, Eudes”. Faz trinta anos que não tenho férias, saí do banco e só trabalho. É uma luta. Orientado por meus pais, faço o melhor que posso dentro de minhas possibilidades. Assim foi no banco e nesses mais de trinta e cinco anos, na loja.  Atendemos clientes de Paraíso e região. Trabalhamos com honestidade, com bons produtos, corantes originais para não desbotar a tinta, o que aumenta a durabilidade. Há clientes que pintaram suas casas há 15 anos e a pintura continua perfeita, enfatiza.

Eudes cita que recentemente um pintor foi contratado para proceder  a pintura da residência de um cliente da Casa das Tintas.  O profissional, como preparo, lavou as paredes, e concluiu que não havia necessidade de se pintar o imóvel, a pintura feita há anos continuava perfeita.

“Trabalhamos com a SherwinWilliams e a Futura que tem se destacado muito no mercado. Fazemos as cores, temos tudo no computador.  Fazemos testes, verificamos aderência, se cobre bem a área pintada e trabalhamos com os melhores produtos. Estou satisfeito com estas duas marcas”, explica.

Religioso, Eudes enfatiza  “confiar muito em Deus e Nossa Senhora Aparecida. Deus têm nos abençoado”. Vendemos muito no ano passado e nossa expectativa é que em 2021 será melhor ainda, afirma.

Ao ACISSP em FOCO, Eudes Carnevale lembra que anteriormente a Associação Comercial era pequena e se expandiu sob a presidência de Ailton Sillos, “ ele pôs o comércio para frente em Paraíso. O admiro muito e parabenizo por ser pessoa dinâmica”, conclui.