HOMENAGEM

Leda!

Por: Redação | Categoria: Do leitor | 13-01-2021 07:54 | 528
Foto de Reprodução

Uma mulher guerreira! Existem momentos difíceis para expressar a dor que sentimos e mesmo assim; perseguimos na ternura em dizer. Escrever é a forma lírica de libertar as agruras; cujas diferenças não existem; somos seres dotados de venturas . Momentos representando a ressonância da vida e hoje vem a notícia da morte!

Morte; ou descanso como os ensinamentos nos importam! Morte sem a definição de termo final inexorável; afinal; existem pessoas inesquecíveis; pelo brasão que ostentam no coração; pela determinação e lutas garridas; essas não morrem estão vivas!

Pessoas que convocam a todos para um passeio interminável. Assim foi Leda Campos; cujo lema era viver em plena harmonia e união.

Animada; autora dos festejos em família, que alegria contagiante; nenhuma data era desimportante! Cumpria fervorosamente as comemorações; até festa de Halloween; preparava com tamanha euforia em meio aos foliões.

Assim foi Leda Campos, cuja etimologia do nome significa alegria: felicidade e encanto. Sempre promovia a união da família em volta da mesa; um alento da idade. E como tinha amizade, era no fogão que exercitava as destrezas culinárias! Tomada por uma emoção muito forte; não conseguirei resumir as virtudes dessa mulher maravilhosa.

Sincera, verdadeira,  guerreira e ademais exímia cozinheira! Que delícia os bolos que fazia; enfeitando a casa com alegria! Conselheira dos netos; mulher honrada; cujos afetos eram nítidos e as virtudes desenhadas! Que jeito espontâneo de ser!

O amor sustentava o coração; e os netos Rafael; Mateus; Eduardo;  Pedro; e as netas Raquel; Gabriela e Letícia; eram queridos do coração! A arte pela vida a fez louvar o título de avó animada cujos conselhos eram orações diárias para levantar a moçada! Nesse instante, a emoção invade a mente e falar de Leda; é trazer à baila a animação simplesmente! Quão especial foi seu jeito de ser!

Leda, a beleza das flores sempre foram os ânimos de suas mãos, logo que avistava o jardim já cultivava o botão! Professora que sentava no lombo para passar seu recado. Uma característica peculiar; tocava sanfona e andava a cavalo! Quantas virtudes impregnadas, difícil esposar em palavras!

Exatamente a versão alegre da vida! Descanse em paz e que sua alma festiva, continue a nos brindar e fortalecer diuturnamente!

Que tenhamos o entendimento que Deus sabe de todas as coisas! Fica registrado o Amor; afeto e admiração para a posteridade!

Helena Aristoff, Maurício Campos,

filhos, netos, noras, família e amigos!