CORONAVAC

Vacinação com Coronavac em Paraíso pode ser iniciada nesta quarta

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Saúde | 19-01-2021 06:04 | 5012
A enfermeira Paulina de Souza, coordenadora do Programa de Imunização no município, será a primeira pessoa a ser vacinada em São Sebastião do Paraíso
A enfermeira Paulina de Souza, coordenadora do Programa de Imunização no município, será a primeira pessoa a ser vacinada em São Sebastião do Paraíso Foto de Arquivo “JS”

A Superintendência Regional de Saúde de Passos confirmou ter chegado ao município, pouco depois das 14 horas desta terça-feira,19, as 9.467 doses da vacina Coronavac que serão distribuídas nas cidades da região. O prefeito de Passos, Diego Oliveira, esteve no Aeroporto para recepcionar o material. Em São Sebastião do Paraíso a expectativa é de que a vacinação dos profissionais que atuam na linha de frente tenha início já nesta quarta-feira,20 de janeiro.

A Secretaria Municipal de Saúde de São Sebastião do Paraíso até o fechamento desta matéria não havia sido informada quantas doses da vacina serão destinadas para atender aos paraisenses,. A Vigilância Sanitária aguardava o aviso para a retirada das vacinas, e a expectativa é que deve ocorrer ainda nesta terça, ou quarta-feira.

Conforme explicou o vice-prefeito Daniel Talles, a vacinação será iniciada em Paraíso pelos profissionais da área de Saúde, a princípio pelos que estão na linha de frente no combate ao coronavírus, na Enfermaria e UTI Covid, na Central Covid, e àqueles que irão aplicar as vacinas.

O prefeito Marcelo Morais anunciou que a enfermeira Paulina de Souza, coordenadora do Programa de Imunização no município, será a primeira pessoa a ser vacinada em São Sebastião do Paraíso.

Como as doses de vacinas devem ser acondicionadas em refrigeradores, o prefeito Marcelo Morais buscava uma alternativa, de vez que o gerador de energia existente no Posto de Saúde, antigo Posto de Puericultura está com uma placa queimada, segundo informações desde o ano passado. “Não podemos correr o risco de uma queda de energia elétrica, sem ter um gerador para uma emergência”, explicou. Caso não conseguisse o equipamento, o prefeito adiantou que as vacinas serão acondicionadas na UPA – Unidade de Pronto Atendimento.

REGIONAL DE SAÚDE
De acordo com a Regional de Saúde são 4.467 pessoas que receberão as doses da vacina em toda a região. A iniciativa atenderá as pessoas do grupo prioritário definido pelo Ministério da Saúde para esta fase da vacinação no país. A logística de entrega e distribuição para os municípios da Regional de Saúde de Passos é a mesma de todo o estado, conforme definição da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. Os municípios vão retirar as doses na sede em Passos.

É importante frisar que nesta fase serão vacinadas apenas as pessoas classificadas como prioritárias conforme os planos nacional e estadual de vacinação contra a covid-19. Esse público compreende os grupos de profissionais de saúde que atuam a linha de frente de enfrentamento à covid-19; por exemplo: hospitais, unidades de pronto atendimento, salas de vacinação. Também deverão ser vacinadas as pessoas de 60 anos ou mais de idade que vivem em instituições como lar dos idosos, maiores de 18 anos institucionalizados que são portadores de deficiência e a população indígena que vive em terras indígenas.

As seringas agulhadas para a aplicação da vacina estão sendo distribuídas aos municípios, a partir da SRS Passos. São 145 mil unidades, divididas conforme critérios proporcionais. Para garantir a segurança da logística de distribuição, a SRS Passos solicitou escolta da Polícia Militar, e foi atendida pelo Comando do 12º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais.

Logística
As 577.480 doses do primeiro lote de vacinas chegaram à central da Rede de Frios da Secretaria de Estado da Saúde (SES) na segunda-feira, às 22h27. Poucas horas antes, cinco integrantes do grupo prioritário, todos funcionários da linha de frente do Hospital Eduardo de Menezes, instituição estadual referência no tratamento da covid em Belo Horizonte e Minas Gerais, deram o pontapé inicial para a vacinação em solo mineiro. Às 4h30min de terça-feira,19, teve início o trabalho logístico de distribuição das vacinas para atendimento das 28 Regionais de Saúde de Minas, com a utilização de quatro caminhões refrigerados, além de cinco aviões e três helicópteros da frota aérea de Minas.

Ao todo, 57% das vacinas foram transportadas por aeronaves, as outras 43% seguiram por caminhões para as regionais mais próximas de Divinópolis, Sete Lagoas, além de Belo Horizonte. Após a chegada às regionais, cabe aos municípios buscarem os imunizantes que serão usados em cada uma das cidades.

Desde o começo deste mês, o governador Romeu Zema tem acompanhado de perto a chegada das seringas previamente adquiridas pelo Estado às 28 regionais de saúde. Esse trabalho prévio de aquisição de R$ 50 milhões de seringas agulhadas e de 617 câmeras frias para armazenamento dos imunizantes garantirão o início imediato da vacinação em Minas Gerais. Até o momento, mais de 21 milhões de seringas já chegaram ao estado.

Pouco depois das 14 horas de terça-feira, aeronave desceu no aeroporto de Passos trazendo as primeiras doses da vacina para a região