PREÇO GÁS

Gás de cozinha volta a ter alta de preços

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Categoria: Comércio | 25-01-2021 13:00 | 2386
ADevido alto preço do gás de cozinha , está ficando cada  vez mais difícil para famílias de baixa renda poder comprar
ADevido alto preço do gás de cozinha , está ficando cada vez mais difícil para famílias de baixa renda poder comprar Foto de Arquivo

Em 18 de Dezembro de 2020, o JS realizou levantamento em São Sebastião do Paraíso, de preços do GLP, Gás Liquefeito de Petróleo, o Gás de Cozinha de botijão de 13 quilos, o mais usado nos lares, comércio, serviços e indústrias por todo território nacional. Constatamos que o botijão mais barato para buscar no local de venda custava R$ 70,00 e R$ 75,00 para ser entregue.

O mais caro para buscar no local de venda era R$75.00 e R$80.00 para ser entregue. Nesta sexta feira 22 de janeiro realizamos outro levantamento, e constatamos que houve um aumento de preço de R$ 5,00 por botijão. O mais barato R$ 75,00 para buscar no local de venda e R$80.00 para entregar. O preço mais caro R$ 80,00 no local de compra e R$ 85,00 entregue em domicílio.

Há um ano o botijão de 13 quilos custava aqui em Paraíso em torno de R$65.00 no local de venda e R$70.00 entregue em domicílio. Também há pouco mais de um ano o ministro da Economia, Paulo Guedes afirmou que ia fazer o Choque de Energia Barata, e com isso os preços do gás de cozinha e dos combustíveis teriam redução de preços pela metade.

Até hoje os consumidores brasileiros estão aguardando este choque de energia barata, enquanto os preços só estão aumentando cada vez mais, e o trabalhador de baixa renda está empobrecendo cada vez mais, e até onde e até quando esta hiperinflação vai ser controlada, principalmente em relação aos produtos da cesta básica e ao gás de cozinha que estão com preços disparadamente altíssimos, incompatível e desumano para as famílias de baixa renda e mais ainda para os milhões de brasileiros desempregados, não se sabe.