COLETA DE SANGUE

Importante passo foi dado para instalação de posto de coleta de sangue em Paraíso

Por: Redação | Categoria: Saúde | 06-02-2021 05:00 | 506
Foto de Bryan Felipe

O prefeito Marcelo Morais e o vice Daniel Tales reuniram-se na manhã desta quinta-feira (4/2) com a equipe técnica da Santa Casa responsável pela agência transfusional do Hospital para discutir a viabilidade da implantação de um posto de coleta de sangue do Hemominas em São Sebastião do Paraíso. A apresentação das condições para que seja possível a implantação desse posto de coleta foi realizada pelo responsável técnico da agência, médico Lucas Machado Paraizo, que destacou a grande demanda que existe na cidade para este serviço.

Segundo informações repassadas pela equipe, atualmente doadores de municípios na região têm um dia específico para se deslocar até Passos. No caso de Paraíso, às quintas-feiras, onde é realizada a coleta de sangues, sendo que, devido a questões estruturais, podem ser enviados para esta finalidade apenas 18 pessoas.

De acordo com o médico Lucas Machado, doadores paraisenses têm uma vontade muito grande de fazer a doação, mas o deslocamento até Passos acaba sendo um impedimento para que seja realizada. “O posto de coleta de sangue em Paraíso aumentaria a demanda das doações, que é crucial para os estoques do Hemominas para atender a própria população. Hoje em dia existe um déficit muito grande entre o que se usa de sangue e a quantidade de doadores que doam”, destaca.

Conforme o médico, o objetivo é equalizar essa conta para que esse déficit nos estoques do Hemominas seja o menor possível. “Esse é o principal objetivo do posto de coleta, aumentar a capacidade de doação em São Sebastião do Paraíso, para atender o estoque do Hemominas, sendo que também utilizamos esse banco de sangue”, acrescenta.

Durante a reunião, o médico repassou aos presentes os processos que o Hemominas pede para que se possa ter um posto de coleta. “Precisamos reportar tudo ao Hemominas, que é quem faz a coleta e processamento dessas bolsas de sangue, o que precisávamos era da força política para que a Prefeitura e Fundação Hemominas possam viabilizar esse projeto e colocá-lo o quanto antes em prática para começar a doação de sangue”, explica.

As coletas externas dependem de um local adequado aprovado pelo Hemominas e de pessoas treinadas pelo órgão. “São estratégias do próprio Hemominas, que é o processador do sangue, e tem exigências sanitárias bastantes rígidas. Logicamente, também necessitamos do alinhamento de datas para que esse pessoal possa vir ao município fazer a coleta”, ressalta.

O prefeito Marcelo Morais destaca que esta já era uma vontade da Administração, muito antes dele se tornar o gestor. “Já vínhamos fazendo este contato com o Hemominas, e era uma demanda bastante pedida pelos vereadores em relação a ter este ponto de coletar em Paraíso para evitar que as pessoas, e são muitas, se deslocassem e corressem riscos na estrada para fazer essa doação de sangue. Existe a possibilidade de agora termos este posto de coleta, a Santa Casa já se dispôs de oferecer uma estrutura, e se não tiver o município vai criar um local para que assim seja feito. Nossa ideia é que isso saia do papel o mais rápido possível. Não é uma promessa política, mas um compromisso que assumimos com a população”.

Conforme Marcelo, uma equipe técnica já trabalha em conjunto com a Santa Casa para tratar desta questão e desenvolver esse projeto para que ele saia do papel. “A importância disso para o município, é que as pessoas terão um local para doar sangue, não precisarão pegar estrada, e terão o conforto para poder realizar essa doação”, completou.

Participaram da reunião o provedor da Santa Casa, Fernando Alvarenga, vereadora Cidinha Cerize, vereadores Pedro Delfante e Vinício Scarano assessors parlamentar do deputado Antonio Carlos Arantes e do presidente nacional do SEBRAE, Carlos Melles.
(Secom Pref. SSP)