VACINAÇÃO

Paraíso avançará com vacinação com a chegada de novas doses

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Saúde | 07-02-2021 10:28 | 730
Idosos estarão na próxima fase da vacinação contra a Covid-19 em Paraíso
Idosos estarão na próxima fase da vacinação contra a Covid-19 em Paraíso Foto de Divulgação

O Governo de Minas Gerais já está organizado para a próxima etapa de vacinação contra a covid-19. Assim que o Ministério da Saúde (MS) enviar as novas remessas da vacina, será a vez dos idosos acima de 90 anos, justamente o próximo público prioritário de acordo com o Plano Nacional de Imunizações (PNI). Em São Sebastião do Paraíso, a Prefeitura informa que encerrou a primeira etapa da vacinação contra a Covid-19 com a aplicação das 737 doses disponibilizadas. No balanço geral o município já fez a aplicação de 1.171 doses conforme a ordem de prioridades.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) segue as diretrizes do PNI para aplicação dos imunizantes nos grupos contemplados em cada fase. A SES-MG reitera, ainda, que a estimativa de pessoas a serem vacinadas em cada fase é feita de acordo com os dados fornecidos pelos municípios e pelo cruzamento de bancos de dados oficiais do governo, que são divulgados à medida que o estado avança nas fases da vacinação.

As próximas remessas serão destinadas ao restante dos trabalhadores da saúde e aos idosos acima dos 90 anos. Posteriormente, conforme Deliberação CIB-SUS/MG Nº 3.314, de 29 de janeiro de 2021, os idosos não institucionalizados deverão receber a vacinas. O cronograma prevê, o atendimento inicial a pessoas de 80 anos e mais; pessoas de 75 a 79 anos; pessoas de 70 a 74 anos; pessoas de 65 a 69 anos e pessoas de 60 a 64 anos. Quanto a aplicação da vacina para o restante da população, esta será feita à medida que novas remessas forem enviadas pelo governo federal.

O ritmo da vacinação em cada estado e, até mesmo em cada município, depende do tamanho do território, estimativa populacional, número de equipes de saúde empenhadas no processo de vacinação, dentre outros fatores que influenciam no tempo gasto para imunizar a população. O Governo do Estado trabalha para agilizar a vacinação de toda a população e, para isso, a SES-MG planeja antecipadamente todas as ações de distribuição das doses e orienta as prefeituras quanto aos fluxos que devem ser adotados.

Vacinômetro
Neste momento, o Estado já distribuiu 735.193 doses aos municípios e o Vacinômetro indica que 236.592 mineiros já foram imunizados. O mesmo dispositivo aponta que em São Sebastião do Paraíso já foram aplicadas 1.171 doses. A informação foi repassada pela Prefeitura à SES-MG. Segundo a Vigilância em Saúde na terça-feira,2, foi encerrada a primeira etapa da vacinação contra a Covid-19 com as 7373 doses que chegaram ao Município.

Desde o dia 4 de fevereiro, foi iniciada a aplicação da segunda dose dos grupos que já foram imunizados. Também teve início a utilização das vacinas recebidas da AstraZeneca (um total de 810) e das novas doses da Coronavac (434), que chegaram ao Município na manhã de segunda-feira, 1º de fevereiro. Com isso, mais pessoas serão vacinadas de acordo com a ordem de prioridades. De acordo com o Vacinômetro da SES-MG, foram imunizados 1.050 trabalhadores em saúde, 101 idosos em instituições de longa permanência e 20 pessoas com deficiência em residências inclusivas.

A coordenadora da Vigilância em Saúde, Fernanda Amorim Spósito Scarano, explica que o Paraíso está seguindo uma série de critérios estabelecidos pela Comissão Intergestores Bipartite do Estado de Minas Gerais (CIB-SUS/MG) para a realização dessa vacinação, que depende do envio das doses pelo estado para que todos os grupos sejam contemplados.

Também foram imunizados trabalhadores do Serviço de Atendimento Móvel de  Urgência (Samu) e equipes de remoção de pacientes com suspeita de Covid-19 (16); trabalhadores dos serviços de atendimento hospitalar e pré-hospitalar de urgência e emergência, como UP’As e PA’s; trabalhadores da Atenção Primária à Saúde e Centros de Referência Covid  e demais trabalhadores da saúde, incluindo administrativos. Os demais grupos serão contemplados assim que houver o envio de mais quantidade de doses por parte do Estado.