CURTAS DA EDIÇÃO 2483

Curtas

Por: Redação | Categoria: Cidades | 17-02-2021 09:25 | 390
Foto de Reprodução

Sinal de vida
A Câmara de Paraíso recebeu ofício no qual o presidente Lisandro Monteiro, o vice Marcos Vitorino e vereadores ligados à área agrícola são convidados para reunião na sede da Cooparaiso. Data e horário a serem marcados pelos vereadores. O intuito, conforme consta, é “contribuir com o engrandecimento das atividades agrícolas no município”, especialmente a do café. O convite é feito pelos conselhos de Administração e Fiscal.

Agilizada
O ofício menciona que será tratado a situação atual e futura da Cooparaiso, e assuntos relacionados ao cooperativismo. Aproveitando o ensejo, o vereador Juliano Carlos (Biju) lembrou que “salvo engano” a Cooparaiso deve em torno de R$ 230 mil para o município (leia-se Prefeitura), e seria interessante “dar uma agilizada”.

Recorrente
O vereador Toninho Picirilo requereu ao prefeito Marcelo Morais que a Secretaria municipal de Segurança, Trânsito e Transporte, notifique proprietários de caçambas coletoras de entulho para que as sinalizem com faixas refletivas de modo a serem vistas por condutores, a fim de se evitar acidentes. Conforme salientou o vereador Biju, na administração anterior, essa solicitação foi feita, inclusive para pintarem as que houvesse necessidade. Alguns proprietários não atenderam.

Bem lembrado
Vereador Marcos Vitorino (Marcão da Ambulância) em boa hora propõe a outorga do título de Cidadão Honorário Paraisense ao senhor Heleno Ferreira Campos. Pernambucano, ele é exemplo de amor e preservação ambiental. Cuida da Praça São José onde a exemplo do local conhecido como Projeto Somma, plantou, rega e cuida de inúmeras árvores.

Rango
A reativação da cantina na Secretaria de Obras pela administração municipal deixou servidores do setor satisfeitos. O espaço foi revitalizado e voltou a oferecer refeições diárias de qualidade a custo acessível aos trabalhadores - entre R$ 4,00 e R$ 6,00 -, evitando deslocamentos na hora de almoço ou que tenham de levar a boia de casa. A intenção é estender a prestação do serviço para outros setores da Prefeitura possibilitando que mais servidores possam se beneficiar desta iniciativa. Ainda na reabertura da cantina almoçaram junto com os servidores o prefeito Marcelo Morais e o vice-prefeito Daniel Thales, o presidente da Câmara, Lisandro Monteiro e vários vereadores.

Restaurante popular
Ainda dentro da questão de oferecer alimentação a preço acessível ao trabalhador e mesmo à população o vereador Sérgio Aparecido Gomes, ganhou o reforço de apoio do vereador Julianos Carlos Reis (Biju). Sérgio é ferrenho defensor da implantação do Restaurante Popular na cidade, mas ainda não teve a felicidade de ver a proposta concretizada já que a decisão passa pelo Executivo. Ele disse esperar que agora com a nova gestão mais dinâmica e mais sensível aos anseios da comunidade, a proposta possa ser levada a efeito. Afirmou ainda que já conversou com o prefeito neste sentido.

Afastados
Além do vereador Luiz Bendito de Paula que há três semanas encontra-se afastado de seus trabalhos no Legislativo para tratamento da Covid-19, a Câmara registrou mais um afastamento por conta da doença. Trata-se do vereador Vinício Scarano Pedroso. Sua esposa, a radialista Patrícia Duarte, testou positivo para o coronavírus e também está afastada de suas atividades na Paraíso FM. Ano passado Vinício também precisou se isolar por apresentar os sintomas do coronavírus. Ainda em relação a Luiz de Paula, depois de três semanas hospitalizado, ele segue o tratamento em casa e nos próximos dias deverá retornar à ativa.

Desproporcional
Vereadores e outras lideranças da cidade estão incomodados com a forma com que a Regional de Saúde, em Passos, vem tratando o município paraisense em relação a distribuição das doses da vacina contra a Covid. Os questionamentos referem-se a quantidade desproporcional, levando-se em conta a população das cidades, das doses destinadas a Passos e Paraíso. Sabidamente Passos tem número de habitantes bem superior que Paraíso, mas ainda assim a divisão das vacinas ficou muito desigual, sendo contemplado um volume bem maior de doses para a cidade vizinha. Os vereadores já endereçaram ofícios a Regional de Saúde para saber quais os critérios são adotados.

Bens
A Prefeitura de Paraíso anunciou que iniciou a avaliação de bens públicos com permissão, concessão de direito real de uso ou doados a empresas, entidades e demais pessoas no município. Os espaços que não estiverem sendo utilizados de forma correta deverão retornar para a posse do governo local.  Inicialmente haverá a convocação para adequação, antes de ser acionada a cláusula de reversão. A intenção do programa é gerar emprego e renda, mas o funcionamento dos espaços deve seguir as diretrizes determinadas pela administração. No governo passado a revisão das concessões causou muita dor de cabeça e alguns dissabores entre alguns dos beneficiados.