DIA DA MULHER

Rotary homenageia o Dia Internacional da Mulher

Por: Redação | Categoria: Entretenimento | 06-03-2021 14:46 | 120
Foto: Reprodução

O Dia Internacional da Mulher trata de uma celebração de conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres ao longo dos anos, sendo adotado pela Organização das Nações Unidas e, consequentemente, por diversos países. Atualmente, além do caráter festivo e comemorativo, o Dia Internacional da Mulher ainda continua servindo como conscientização para evitar as desigualdades de gênero em todas as sociedades.

No Rotary, a participação da mulher é ativa, ajudando suas comunidades de inúmeras maneiras e atuando em posições de liderança na organização, tanto como rotariana, como dama da Casa da Amizade, braço do Rotary formado pelas esposas dos rotarianos.

Seguindo nessa linha, o Rotary Club de São Sebastião do Paraíso tem na sua presidência a primeira mulher a ocupar o cargo em 65 anos de fundação do clube. Líria ingressou no Rotaract e depois passou a fazer parte do quadro associativo do Rotary, trabalhando incansavelmente em prol da nossa comunidade.

Mulher rotariana, que com brilho e bravura venceu preconceitos, inclusive o de integrar os clubes de Rotary. Ela é exatamente a mulher que se firmou no mercado de trabalho, na política, nas artes, em tudo, enfim, especialmente na dedicação à causa rotária.

Foi com graça e com garra, que elas se tornaram competitivas, disputaram e conquistaram espaços que antes pertenciam exclusivamente ao homem, tornando o conceito da fragilidade feminina coisa do passado.

Assim sendo, ela nunca deve tentar se impor pela força, querendo mostrar “igualdade” com os homens, pelo contrário, ela deve fazer questão de ser sempre o “sexo frágil” e ter consciência, que “fragilidade”, não significa fraqueza. Essa “fragilidade” na verdade, significa “sensibilidade”.

A mulher inteligente, deve fazer questão de ser tratada e considerada com um “vaso mais frágil”, para ser tratada com respeito, com carinho, com amor, com cuidado, e é nesse momento que ela mostra a “força” que tem.

Ser forte, não significa gritar, para ser ouvida e para chamar, se isso pode ser feito com uma voz doce e carinhosa. Não precisa exigir para conseguir as coisas, se com um jeitinho especial pode pedir e ser atendida.

Não precisa “medir forças”, “enfrentar”, pois a sua força está na persuasão. Não precisa se “armar” pensando que está numa guerra física, achando que é vergonhoso recuar, pensando que com essa atitude perdeu a batalha, porque às vezes para se ganhar uma guerra, é preciso recuar, se fortalecer para então avançar com mais força, mais segurança, mais convicção e então atingir o seu alvo e conseguir o seu objetivo e assim vencer.

Por isso tudo, viva a mulher, não somente no dia 8 de março (Dia da Mulher), não somente no segundo domingo do mês de maio (Dia das Mães), não somente no Dia das Avós (que é mãe e mulher duas vezes), Mas sim, viva a mulher, todos os dias, todas as horas, todos os minutos e todos os segundos, porque a “mulher” é sempre “mulher” todo o tempo.

Assim, o Rotary Club de São Sebastião do Paraíso, mais do que desejar um feliz dia para todas as mulheres, colabora para um mundo mais seguro e menos machista para todas elas.