SUSPEITOS

Casos suspeitos de Covid-19 que não se confirmam, trazem constrangimento a familiares

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Categoria: Saúde | 20-03-2021 06:18 | 767
Foto: Reprodução

Esta Pandemia Global do Covid-19, infelizmente tem provocado consequências danosas em todos os aspectos, tanto na economia, aumento da pobreza, fome, e o pior, vidas humanas ceifadas, em inúmeros casos até precocemente.

Outro problema sério e preocupante, familiares das vítimas se ressentem, algumas até ficando deprimidas devido a perca de um membro de sua família e por não poderem ver e sequer velar o corpo do ente querido. 

Outro fato bastante preocupante e que está acontecendo com muita frequência por todo o território brasileiro e por extensão aqui em São Sebastião do Paraiso, são pessoas apresentarem febre, sintomas respiratórios, tosse, dificuldade para respirar, se tiveram contato com casos suspeitos ou confirmados dentre outros fatores, e por cumprimento de protocolo são internadas. Se vão a óbito e ainda não foi efetuado a coleta de Diagnóstico Molecular Corona Vírus Sars - Cov-2 e Covid-19 pacientes que estavam internados com suspeita de estarem contaminados com o Codiv-19 são sepultados, e familiares e amigos não podem velar e nem ver o corpo do ente querido. 

Nesses casos ainda suspeitos, que vão a óbito sendo pacientes internados na Santa Casa de Paraíso, a amostra de material coletado para constatar o resultado do exame é enviado para um laboratório que localizado na cidade mineira de Vespasiano, e o resultado chega aqui em Paraíso por volta de cinco dias.

Foi mencionado todo este preâmbulo, porque o Jornal do Sudoeste foi procurado pela senhora Ernestina de Pádua Furtado e Bruno Nogueira de Pádua. Eles chamam a atenção de autoridades, principalmente da área de Saúde do Município Paraisense, para não mais acontecer em Paraíso o que aconteceu com o seu irmão e pai, Paulo Roberto de Pádua que foi sepultado aqui no Cemitério da Saudade com suspeita de infecção pelo Covid-9. 

Ernestina e demais familiares do saudoso Paulo Roberto de Pádua, estão inconformados por não terem visto e nem velado o corpo do seu ente querido, sendo que o resultado do exame colhido do falecido, que foi solicitado pela Santa Casa de Misericórdia de Paraíso teve resultado negativo para Covid-19. Em Paraíso há uma farmácia localizada na rua Pimenta de Pádua, esquina ou lateral com a Praça Comendador José Honório onde se faz exames tanto com cotonete bem como de sangue, e o resultado sai em vinte minutos, e com garantia de eficácia no resultado de 99,9%, garante o farmacêutico ouvido pelo “JS”. Uma sugestão que pode ser analisada pelas autoridades paraisenses.

Caso esta farmácia esteja credenciada para efetuar exame laboratorial de diagnóstico do Covid-19, é uma ótima opção para evitar casos de sepultamentos suspeitos, que posteriormente o resultado de exames que são feitos fora de Paraíso apresentem negativos para coronavírus.

Evita constrangimentos, sofrimentos, e possíveis doenças psicológicas que venham surgir em familiares devido a diagnóstico impreciso. Conforme afirmou Bruno Nogueira, filho do saudoso Paulo Roberto de Pádua e Ernestina de Pádua Furtado, sua irmã, ele tinha sofrido um AVC e também teve problemas hepáticos.