POLEPOSITION

A Fórmula 1 voltou!

Por: Sérgio Magalhães | Categoria: Esporte | 28-03-2021 05:47 | 254
A F1 está de volta, e de casa nova, na TV  Band, que promete mostrar todas as 23 provas ao vivo na TV aberta, inclusive o pódio
A F1 está de volta, e de casa nova, na TV Band, que promete mostrar todas as 23 provas ao vivo na TV aberta, inclusive o pódio Foto: Antonin Vincent / DPPI

Foram 105 dias de espera entre uma temporada e outra. Pelo menos desta vez o intervalo foi menor por conta do atraso do campeonato do ano passado.

O importante é que a F1 está de volta, agora em nova casa, na TV Band, com profissionais velhos conhecidos, mas todos unidos por um entusiasmo poucas vezes visto. Sergio Mauricio, Reginaldo Leme, Mariana Becker, Felipe Giaffone, e Max Wilson, tendo na retaguarda a nova produtora, Julianne Cerasoli, juntamente com Jayme Brito, são os responsáveis por manter viva a tradição da categoria no País.

Pouca coisa mudou no regulamento para este ano por causa da pandemia. O tão aguardado novo regulamento com mudanças radicais foi adiado para 2022, também devido à pandemia.

E não fazia sentido as equipes gastarem rios de dinheiro com novos carros para virarem peças de museu ao final do ano. Nenhum só parafuso dos carros atuais será aproveitado no ano que vem.

As mudanças mais significativas são de ordem de segurança que a Federação Internacional de Automobilismo estabeleceu para que os carros percam cerca de 10% da pressão aerodinâmica para não correr o risco de estouros dos pneus, já que as próprias pediram à Pirelli que mantivesse o fornecimento dos mesmos tipos de pneus utilizados desde 2019.

A medida faz sentido. Imagine os carros de hoje, muito mais velozes em curvas se comparados aos de 2019, e calçados com pneus semelhantes aos de dois anos atrás? O risco de explosão devido às altas cargas exercidas nas laterais desses pneus, em curvas, seria grande. E para reduzir a força que empurra os carros contra o solo, tornando-os cada ano mais rápidos em contorno de curvas, as equipes tiveram que modificar o assoalho de seus carros, assim como os dutos de freios e o difusor, na parte traseira. O problema é que a capacidade dos engenheiros da F1 encontrar novas soluções é tão grande que estima-se que antes mesmo de o campeonato começar, os carros já recuperaram metade dos 10% perdidos com o regulamento.

Um inédito teto orçamentário entrou em vigor, limitado a US$145 milhões. A medida não afetará as equipes do pelotão intermediário, tampouco as pequenas, mas muda a forma de Ferrari, Mercedes e Red Bull operarem com orçamento reduzido. Cada uma delas dispunha de valores próximos de US$400 milhões por ano, ao passo que Williams e Haas muitas vezes não chegam aos US$100 milhões de orçamento.

Algumas caras novas: Mick Schumacher (filho de Michael Schumacher), o russo Nikita Mazepin, ambos da Haas, e o japonês Yuki Tsunoda, da Alpha Tauri, candidato a sensação do ano, são debutantes. Outro velho conhecido, Fernando Alonso, está de volta pela Alpine.

A Alpine, ex-Renault, assim como a Aston Martin, ex-Racing Point, completam a lista das novidades do ano, além de a McLaren voltar a ser empurrada pelos motores Mercedes. 

Das dez equipes do grid, apenas Mercedes, Alfa Romeo e Williams mantiveram as mesmas duplas de pilotos do ano passado. Outras sete substituíram ao menos um piloto. Sebastian Vettel agora é da Aston Martin. Carlos Sainz Jr. foi para a Ferrari, Daniel Ricciardo para a McLaren, e Sergio Pérez para a Red Bull. 

E quem serão os favoritos ao título? Eu continuo apostando minhas fichas em Lewis Hamilton que parte em busca do 8º título para se tornar isoladamente o maior campeão de todos os tempos. Mas talvez não seja tão fácil como nos últimos anos porque Max Verstappen parece dispor de um carro (Red Bull) bem mais equilibrado que o do ano passado.

E pra não dizer que não falei da MotoGP, o campeonato está começando também neste final de semana, no Qatar. Então, anote na sua agenda: GP do Bahrein de F1: classificação hoje às 12h, e largada amanhã, no mesmo horário, ao vivo na Band. E MotoGP com largada amanhã às 14h, ao vivo, no Fox Sports.

Desejos de uma boa temporada pra todos nós!