RETORNO AS AULAS

11 escolas da 35ª SRE e sete de Paraíso podem retomar as aulas

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Educação | 09-07-2021 10:19 | 702
Em várias escolas professores iniciam a preparação do acolhimento aos alunos para a volta as aulas
Em várias escolas professores iniciam a preparação do acolhimento aos alunos para a volta as aulas Foto: Divulgação

A rede estadual de ensino de Minas Gerais está retomando as atividades pedagógicas presenciais nas escolas, desde o dia 21 de junho, de maneira segura, híbrida, gradual e facultativa. Na área de abrangência da 35ª SRE (Superintendência Regional de Ensino) que atende a 16 municípios 11 estabelecimentos já estão autorizados a reiniciar os trabalhos, sendo que sete destas escolas ficam em São Sebastião do Paraíso. A decisão leva em consideração a sinalização positiva do Comitê Extraordinário Covid-19, mas depende ainda de posicionamento do gestor local.

De acordo com a SEEMG (Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais) foram desenvolvidos três cenários possíveis para a nova fase da retomada. Um deles considera que os municípios que estão na Onda Vermelha o retorno das atividades presenciais nas escolas que ofertam do 1º ao 5º ano de ensino fundamental. Nos locais que seguem em onda amarela ou verde permanecem com as turmas de 1º a 5º ano, que já haviam retornado, e voltam também 3º ano do ensino médio e 9º ano do ensino fundamental. Nas cidades que progrediram para amarela está previsto o retorno das atividades para os anos iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano); 3º ano de ensino médio e 9º ano do ensino fundamental. Contudo, todo avanço ou recuo das atividades presenciais é avaliado periodicamente em consonância com o Minas Consciente e as determinações de cada administração municipal.

Mesmo sendo considerada apta para o retorno das atividades pelo estado, a não inclusão de determinada escola na lista das aprovadas se deve a questões a serem observadas. Uma delas é que o município possui um decreto que impede o retorno presencial; outra é que a escola ainda está em preparação para implementação do ensino híbrido; e por último, a escola não oferece os anos contemplados no cenário pertinente à onda sanitária da sua cidade.

Desde a segunda quinzena de junho, Minas Gerais está ampliando cada vez mais o número de escolas da rede pública estadual de ensino autorizadas a retomar as atividades pedagógicas presenciais. Na segunda-feira,5, educadores de mais de mil unidades de ensino em todo o estado iniciaram a fase do acolhimento presencial e preparação para o retorno dos estudantes para as salas de aula, o que acontece na próxima segunda-feira,12.

Na região conforme divulgação da SEE existem 11 estabelecimentos da 35ª SRE que estão aptos a retomarem as atividades. Duas destas escolas são de Guaranésia (E.E. Carvalho Brito e E.E. Geraldo Ribeiro Dias) e outras duas em Guaxupé (E.E. Major Luiz Zerbini e a E.E. Nossa Senhora Aparecida). A regional de ensino é responsável pelo atendimento em 16 municípios.

Na sede da superintendência, são sete escolas que já estão aptas para a retomada. São elas E.E. Clóvis Salgado, E.E. Comendador João Alves, E.E. Ana Cândida de Figueiredo, E.E. Coronel José Cândido, E.E. Professora Inês Miranda, E.E. São João da Escócia. A E.E. São José continua sob a responsabilidade do estado também está liberada, mas encontra-se em fase de negociação para ser transferida para o Município, conforme Projeto de Lei aprovada pela Câmara dos Vereadores, na última segunda-feira,5.

ENSINO HÍBRIDO
No modelo de ensino híbrido implementado pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG), há alternância entre o atendimento presencial e o remoto. Em uma semana os estudantes participam de atividades na escola e na semana seguinte, as unidades de ensino não têm atividades presenciais e os professores fazem o atendimento pelo aplicativo Conexão Escola. Já na outra semana, as atividades voltam a ser presenciais e assim por diante. Todas as escolas aplicaram um checklist criterioso para o cumprimento dos protocolos sanitários, garantindo o distanciamento necessário, os cuidados com a limpeza do local e a disponibilização de itens de proteção individual, limpeza e higiene.

As atividades pedagógicas presenciais estão sendo ministradas com o objetivo de fortalecer a aprendizagem de acordo com a necessidade da turma. Durante as atividades presenciais, o estudante tem a oportunidade de interagir e compartilhar os conhecimentos alcançados durante o Regime de Estudo não Presencial e obter suporte pedagógico para desenvolver as habilidades ainda não consolidadas. Mesmo com as atividades presenciais, o Regime de Estudo não Presencial continua sendo ofertado pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) aos estudantes.

Sempre que alunos, pais e/ou responsáveis precisarem verificar quais unidades de ensino estão com as atividades presenciais autorizadas, basta acessar o site da SEE/MG: www.educacao.mg.gov.br. Na aba destinada à retomada está disponível a listagem de municípios e escolas autorizadas a retomar as atividades pedagógicas presenciais. É importante lembrar também que o contato com a direção da escola é fundamental para todos os esclarecimentos necessários.