• Dos Leitores •

O Final Esperado 

Por: Redação | Categoria: Do leitor | 18-08-2021 00:09 | 220
Foto: Reprodução

A coluna “Curtas” deste jornal noticiou no dia 04/08/2021, que o Sesc desistirá do projeto previsto para a PECB. Pergunto ao senhor prefeito que deixou o cargo, e todos os vereadores daquela gestão que sufragaram por unanimidade este absurdo, que foi a doação deste patrimônio milionário, se isto é uma novidade? 

A simples análise dos fatos e notícias que acompanharam a tramitação do projeto de doação, já apontava para esta situação de caos. Esta entidade já contava com um patrimônio recebido da municipalidade anos antes e nada fez. Era promessa para eleger candidatos de ocasião. 

Esta doação, como a concessão do tratamento de esgotos nas condições que foram acordadas, com absoluta certeza, não foram compreendidas e não beneficiaram até agora a totalidade da população.

A primeira pelo valor do patrimônio envolvido e pela sua utilidade para a população carente de esportes e a segunda pelos valores do encargo repassado para o cidadão. Foram muito mal explicadas. 

No caso da PECB faltou trabalho, criatividade e interesse do poder público municipal.  O executivo municipal, ao invés de doar patrimônio do povo sem a certeza do retorno, poderia ter feito as reformas necessárias por etapas, ter montado uma comissão de homens íntegros, que estariam dispostos a fazer algo para a cidade, e encher aquele espaço de jovens, principalmente carentes As empresas poderiam utilizar aquele espaço na divulgação de suas atividades, e estariam ajudando.

No dia a dia da cidade vemos jovens, adolescentes e crianças sem uma ocupação decente, e o esporte poderia ocupar esta lacuna na educação deste público. Os países desenvolvidos já entenderam que manter o jovem no meio do ambiente esportivo forma cidadãos melhores e com mais possibilidades de sucesso na vida.

Para ilustrar; no dia 05/08/2021 as 19:30 horas, o Brasil já ganhou 16 medalhas nas olimpíadas de Tóquio, e a Austrália com pouco mais de dez por cento da população brasileira, já conquistou 41. Prova de nossa incompetência e desleixo. 

Por gentileza Srs. nos respondam, o que o povo ganhou com esta doação? E agora quem irá repor o tempo perdido? E os prejuízos? 

No caso do tratamento de esgotos, até hoje não sabemos o que está concluído ou não. E ninguém explica nada, mas a conta vem religiosamente A população aguarda ansiosamente a manifestação dos responsáveis, no executivo e no legislativo pelos dois atos nas épocas respectivas; pois se o povo paga tem o direito elementar de saber o que está pagando.  

Desanimador, nossos agentes públicos até parecem que são onipotentes, não dão e acham que não devem explicações para ninguém. Tratam a coisa pública com desdém e desinteresse.  

João Batista Mião 
Tudo o que peço aos políticos é que se contentem em mudar o mundo sem começar por mudar a verdade