ELA por ELA

JOSIANE RODRIGUES

Por: Reynaldo Formaggio | Categoria: Entretenimento | 18-09-2021 10:06 | 1068
Josiane Rodrigues da Silva
Josiane Rodrigues da Silva Foto: Acervo pessoal

"Dizem que a mulher é o sexo frágil. Mas que mentira absurda"! Além de inspirado, Erasmo Carlos estava com toda razão ao compor "Mulher". Mãe de Gisele, Ciro André, Tito Carlos, Caio César e Daniele, Josiane Rodrigues da Silva é um grande exemplo que elas realmente podem tudo, tudo mesmo! Ao mesmo tempo em que criava os cinco filhos, dedicou-se quarenta e um anos à Educação. Paralelo a isso, também foi proprietária de papelaria, fez inúmeros cursos e continua se aperfeiçoando e buscando sua constante evolução. 

Nos conte sobre sua família de origem. Como era a Josiane criança?
Sou filha de Pedro Rodrigues da Silva e Luzia Rosa Rodrigues. Tenho 62 anos e quatro irmãos: Rubens, Ronan, Rosan e Josilene. Tive a sorte de nascer em uma família humilde, mas muito honesta e feliz. Não tínhamos casa própria, mas sempre tivemos um lar cristão e de muita união. Eu fui uma criança extremamente tímida. Uma das minhas maiores alegrias era sair com minha avó Angelina para visitar os parentes, brincar com meus irmãos e primos nos finais de semana. Tenho memórias muito felizes da minha infância. E eu já sonhava em ser professora.

Qual sua formação e atuação profissional?
Sou pedagoga de formação. Consegui realizar meu sonho e em 1979 comecei a lecionar na E. E. Com. João Alves para uma turma de 1ª série, como designada. Em 1981 me tornei efetiva. Me sentia muito realizada. Após sete anos como alfabetizadora tive calos nas cordas vocais e tive que me afastar das salas de aula. Parecia o fim do sonho. Aceitando um convite/convocação da professora Zélia de Lourdes Diogo Malaguti, fui prestar serviços na então Delegacia de Ensino, coordenando o Serviço de Censo Escolar. Me aposentei em 2019, na atual Superintendência Regional de Ensino, após ter trabalhado 41 anos.

Nos conte sobre a família que constituiu. Cinco filhos com idades próximas não deve ser sido fácil, certo?
Então, copiei meus pais em número e gêneros (risos). São duas meninas e três meninos. Tive os cinco em menos de sete anos. Apesar de parecer que foi difícil, a proximidade entre eles foi um fator facilitador. Tudo que ensinava, falava para um, servia também para os outros. Eles se cuidavam entre si. E também, naquele momento, pude contar com uma boa equipe de apoio. Ficou marcante para muitas das pessoas que nos cercavam os longos varais cheios de fraldas branquinhas, afinal, sempre tinha dois ou mais que usavam.  Me sinto muito abençoada com tamanha confiança de Deus, me confiando a guarda de cinco filhos Dele.

Você também atuou durante muitos anos no ramo da papelaria. Sente falta da Tok Mágico? E do Jintan? (pílula prateada que Josiane oferecia aos clientes)
Papelaria e Livraria era uma predestinação em minha vida. Desde pequena, meu pai sempre estimulava a ler e a pesquisar sobre tudo o que tínhamos curiosidade. Grande parte dos meus conhecimentos veio das lindas coleções Enciclopédia do Estudante, Trópico, Conhecer e outras. Não tínhamos geladeira nem televisão, mas tínhamos também um Atlas atualizado, atiçando nossa curiosidade. Com certeza, a Josiane livreira veio daí. Apesar de ter amado aquele período, não sinto falta da Tok Mágico. Tenho a certeza de que fiz o meu melhor em todos os sentidos nesta área, não deixei nada pendente. E ainda me rende ótimas lembranças e muitos amigos daquela época. Achei carinhoso da sua parte se lembrar do meu gosto pele pilulazinha prateada, Jintan. Sabe que eu não encontrava mais nas farmácias e o substituí por cristais de gengibre (sal, limão e alfavaca).  Mas, com sua lembrança, acabei descobrindo que ainda posso adquirir o docinho japonês no Mercado Livre, no Amazon. Certamente vou pedir.

Sua família tem grande tradição no ramo de bares e restaurantes. Herdou este gosto pela boa mesa?
Meus pais, a convite do meu tio Chiquito, começaram a trabalhar no Bar 17, 24 horas por dia, se revezavam. Durou exatamente 20 anos. Após o encerramento da firma, dois dos meus irmãos que haviam crescido naquela rotina, resolveram iniciar um novo formato de restaurante. Surgia assim a Cantina 2R (Ronan e Rosan). São 47 anos de atuação nesse ramo. Eu, pessoalmente, herdei sim o gosto pela cozinha, mas só em casa mesmo. Mas a tradição está sendo mantida pelo meu filho Tito Toledo, que após cursar faculdade no Centro Europeu em Curitiba, hoje fornece na Tok Mágico Gourmet, Delivery, deliciosas opções de lanches, massas, saladas, etc…

Filhos criados, aposentadoria, agora é o momento de descansar Josiane?
Sabe que eu não me sinto cansada? Sempre trabalhei com o que gostava, consequentemente, ficou só a sensação de dever cumprido. Agora, buscar novos horizontes.

Você demonstra estar em constante evolução, sempre se aperfeiçoando e se reinventando. De onde vem essa busca?
Eu tenho sede de saber! Preciso aprender algo novo sempre. Um dia que não vejo, explicitamente, que adquiri um novo conhecimento, busco fazer alguma pesquisa ou ler algum livro em busca de algo. Contribuo como posso para o fortalecimento da nossa comunidade. Algumas instituições locais tenho o prazer de ajudar. Inclusive tenho me aproximado mais de atividades voluntárias, como minha ajuda junto ao Instituto Inclua em diversas ações. Tenho muito orgulho de ser uma apoiadora de um projeto tão importante que busca constantemente a inclusão e valorização da diversidade em nossa sociedade. Vendo a grande necessidade, universal, de boas energias, resolvi me atualizar como Mestra em Reiki e começar a realizar mais um sonho de infância. Meu avô Braulino, benzia. Todas as manhãs eu via mães levando seu filhos para benzer. Uns chegavam chorando e saíam dormindo. Eu pensava: quando eu crescer quero ser igual ao vovô, fazer as pessoas pararem de sofrer e serem mais felizes! Se Deus quiser, assim que a pandemia deixar de ser um risco, hei de realizar mais esse sonho.

O que gosta de fazer nas horas vagas?
Gosto de ler, assistir filmes e fazer cursos online. Já fiz vários. Sugiro o site da FGV – Fundação Getúlio Vargas, onde é possível fazer ótimos cursos gratuitos ou não.

O que te move? Qual o sentido da vida?
Sou movida por um amor incondicional pela vida e pelas pessoas. Acredito que a vida só tem sentido para quem crê em um ser superior que nos proteje e ilumina. Agradeço a Deus todos os dias por tudo que tenho e por tudo que posso dividir com quem tem menos que eu, material, emocional e/ou psicologicamente.

Josiane, se o gênio da lâmpada te concedesse um pedido. Qual seria sua escolha?
Pediria para abreviar o período de distanciamento social, porque eu sinto grande falta de dar e receber muitos abraços. Considero o abraço um excelente remédio para todos os males.

Quem é a mulher Josiane de hoje? Algum sonho a realizar?
Hoje me sinto muito mais feliz, serena e grata a Deus por todos os livramentos e ensinamentos que Ele me fez merecedora. Estou muito feliz e orgulhosa da minha colheita, como profissional e como mãe. Busco plantar com carinho no caminho, a Josiane avó. Amo ser avó! Sonho em fazer lindas viagens, inicialmente pelo Brasil.

Josiane e sua paixão, os netos: Miguel, Pedro Henrique, Manuela, Catarina e Cecília