ENDURO

Pilotos da ATP competem na 6ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Esporte | 17-11-2021 14:14 | 504
Pilotos paraisenses  tiveram participações destacadas na temporada deste ano com promessa de bons resultados em 2.022
Pilotos paraisenses  tiveram participações destacadas na temporada deste ano com promessa de bons resultados em 2.022 Foto: Divulgação

Mairiporã (SP) foi sede da 6ª e última etapa da temporada 2.021 do Campeonato Brasileiro de Enduro, realizada entre os dias 13 a 15 de novembro. Foram definidos os campeões de cada categoria. Entre os competidores pilotos da ATP (Associação dos Trilheiros Paraisense) marcaram presença e conquistaram bons resultados, como exemplo, o estreante João Victor de Souza Ferreira que foi campeão na sua categoria.

Com direito a Super Prime, a sexta e última rodada dupla do ano foi realizada em Mairiporã (SP), no fim de semana e feriado do dia 15 de novembro. Estavam em disputa os títulos nacionais de 18 categorias: E1, E2, E3, EJ, E4, E35, E40, E45, E50, E55, EFeminina, EAmador Nacional, EAmador Importada, Youth, Infantil, Cadete, Juvenil e Feminina Kids. Além disso, as disputas também foram válidas pela quarta etapa da Copa São Paulo de Enduro.

Além do Super Prime, corrida promocional que abriu a programação do evento no Ginásio de Esportes Florêncio Pereira, o “Sarkizão”, a prova que marcou a entrada de Mairiporã no calendário do Brasileiro de Enduro teve como palco as belas trilhas e paisagens da região da Serra da Cantareira.

O circuito montado para as disputas decisivas somou 55 quilômetros, incluindo três especiais (trechos cronometrados). Os pilotos completaram três voltas no percurso no domingo e feriado (14 e 15/11), sendo que a primeira passagem pelas especiais serviu como reconhecimento.

A organização continuou atenta com relação aos protocolos de prevenção ao coronavírus, os quais foram cumpridos pelos os participantes. O uso de máscara e de álcool em gel e o distanciamento social foram obrigatórios. No Ginásio Sarkizão, o acesso do público ficou limitado a 500 pessoas, sempre seguindo os protocolos de segurança.

O grande destaque foi o piloto capixaba Bruno Crivilin, da equipe Honda Racing, que conquistou o tetracampeonato da classificação geral e da categoria E1. A final teve a inédita presença do italiano Alex Salvini, campeão mundial da modalidade em 2013 pela categoria E2. “Ter um título nacional já é muito importante, ainda mais na geral. Ser o mais rápido do Brasil novamente é importantíssimo, algo que eu me dedico muito para conquistar. O ano foi bem produtivo, tanto no Brasileiro como no Campeonato Mundial, do qual também participei”, comentou.

PARAISENSES
Entre os pilotos de Paraíso, alguns destaques como Miguel Martins e João Vitor de Souza que trouxeram ótimos resultados para a cidade.  Miguel Martins, com apenas oito anos fez sua estreia no enduro, na categoria Infantil. A competição teve 19 concorrentes que percorreram um circuito de quase 1,5 quilômetros. Eles deram uma volta de reconhecimento e quatro valendo a disputa. O circuito teve bastante single track onde a criançada se divertiu e mostraram que são bons nas duas rodas. Miguel ficou com a 8ª colocação, sendo considerado um ótimo resultado para a mais nova promessa paraisense das trilhas.

João Victor de Souza Ferreira (Vitinho) foi campeão pela categoria ENA para pilotos estreantes no enduro. Na prova foram realizadas três voltas dentre as trilhas de Mairiporã, totalizando 165 km no final do dia. A cada etapa, seja ela de velocidade, regularidade ou rally os pilotos de São Sebastião do Paraíso têm se destacado com perspectivas de um futuro promissor nas próximas competições e na temporada 2.022. A ATP agradece aos apoiadores, patrocinadores e a Secretaria Municipal de Esportes pelo empenho, incentivo e colaboração.

Além de Mairiporã, o campeonato teve provas nas cidades de Itapema (SC), Patrocínio (MG), Novo Horizonte (SC), Aracruz (ES) e Nova Bréscia (RS).