JIU JITSU

Edmar Viana vence torneio  de jiu jitsu em Franca

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Esporte | 23-11-2021 13:37 | 832
O lutador enfrentou mais um desafio em preparação para a disputa do mundial
O lutador enfrentou mais um desafio em preparação para a disputa do mundial Foto: Divulgação

O lutador de jiu jitsu por São Sebastião do Paraíso, Edmar Viana, venceu mais uma competição realizada em preparação para a disputa do Campeonato Mundial. Ele vem se dedicando aos treinos objetivando a conquista maior e principal meta da temporada que será realizado no próximo final de semana em São Paulo. “O tempo de preparação é muito intenso, temos nos dedicado ao máximo nos treinos visando a conquista deste resultado tão almejado”, comenta.

A disputa em Franca (SP) teve a participação de 250 competidores de diversas categorias e faixas. “Participei na faixa preta super pesado. Foram três lutas realizadas e ganhei em primeiro lugar”, anuncia o lutador. Edmar reforça que há a necessidade de maior apoio para os atletas. “Precisamos de oportunidade, apoio e incentivo. Amor, respeito e dedicação pelo esporte todos temos. Ninguém faz luta sozinho”, salienta.

Em meio a tantas dificuldades, mesmo depois de ter alcançado a vaga para o mundial de Jiu Jitsu, Edmar frisa que tem realizado jornada dupla em preparação para o campeonato. “Os treinos têm sido constantes, às vezes sentimos a dificuldade de não termos um adversário à altura para os treinamentos”, observa.

Não bastasse este detalhe outro aspecto que tem desafiado o lutar são as limitações financeiras. “Estou fazendo rifas para ajudar a custear as despesas. “Não é só a viagem. Tem as acomodações, precisamos de tranquilidade até para descansar, tem a parte da alimentação, deslocamento e a taxa de inscrição entre outras despesas. Tudo isso influencia”, assinala.

Mesmo assim as expectativas são as melhores possíveis. “Vou para fazer o meu melhor, todos querem a conquista do título, mas só um vence”, assegura. Em tom de desabafo ele afirma ainda que “é difícil lutar no país do futebol”, compara.

E completa dizendo que são duas lutas, uma dentro e outra fora do tatame. “Contudo só posso agradecer a todos os meus apoiadores, amigos e colaboradores que têm me incentivado. Prometo sempre fazer o melhor”, finaliza.