APC

MAIS OU menos

Por: Fernando de Miranda Jorge | Categoria: Comércio | 01-11-2023 07:48 | 88
Fernando de Miranda Jorge
Fernando de Miranda Jorge Foto: Arquivo

É! Assim, é mais ou menos: aproximadamente, cerca de, por volta de, perto de, em torno de, por alto, a grosso modo, sensivelmente. Algo, um pouco, um tanto, um bocado, parcialmente, moderadamente, quase, relativamente. Nem bem nem mal, assim. Viram como ‘mais’ ou ‘menos’ é significativo e às vezes não afirma nada?

Em geral, na realidade do dia-a-dia quando se usa a expressão é para depreciar o mais e o menos, quando não sabemos se o certo e o errado. Mas, os sinais de mais e de menos (+ e -) apesar de serem símbolos matemáticos utilizados para representar as noções de positivos e negativos, nas operações de adição e subtração, seu uso foi estendido para muitos outros significados na vida cotidiana.

Em latim, os termos “mais” e “menos” correspondem a pluse minus, respectivamente. Em francês, a expressão mais próxima do mais ou menos é “bof, bof” e a mais parecida com o nosso português é “plus ou moins”. É, em se tratando de principalmente com o mais ou menos no brasileiro certas coisas não estão nem ruim nem perto de estar boa, certeza de nada. Nem bem nem mal e ainda podendo exprimir dúvida ou hesitação. Bem, assim expressou o cantor, compositor, músico e escritor brasileiro Lobão: Você não sabe, nem nasceu sabendo/ Além, além da intuição/ A vida corre, corre lá fora/ Sem ter porque, nem razão... Blá blá blá, MAIS OU MENOS! O final, que é o mais difícil para o escritor (end, last, finale, full time) e fim.    

Fernando de Miranda Jorge
Acadêmico
Correspondente da APC
Jacuí/MG – e-mail: fmjor31@gmail.com