4G

Vivo anuncia telefonia 4G em Paraíso

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Tecnologia | 21-02-2018 09:02 | 5484
Desde o final de 2017 que equipamentos de transmissão  da operadora vem sendo trocados no município
Desde o final de 2017 que equipamentos de transmissão da operadora vem sendo trocados no município Foto de Reprodução

A empresa Vivo de telefonia celular anunciou nesta semana que já está disponibilizando o sinal 4G para São Sebastião do Paraíso. O anuncio divulgado através das redes sociais também pode ser confirmado em pesquisa no site oficial da empresa. A operadora é líder neste segmento em Minas Gerais com meta de atingir em 2018 cerca de 90% de cobertura da população do Estado. 
A informação divulgada pela Vivo confirma notícia do Jornal do Sudoeste que há praticamente um ano anunciava que a nova tecnologia somente seria disponibilizada no município a partir de 2018. A reportagem já destacava que a operadora estava de olho na melhoria da qualidade e no aumento do volume de dados 4G e reaproveitava a frequência da antiga rede 2G direcionando-a para o novo sistema. Ainda no ano passado a Vivo havia anunciado que iria ampliar e muito a sua rede em Minas Gerais. Só na tecnologia 4G a meta era passar de 48 para quase 350 localidades atendidas o que representaria mais de 90% de cobertura para a população mineira.
A empresa mantém a liderança no mercado de internet móvel de quarta geração no Estado, com participação de 41,6% e no Brasil com 35,06%. A diretoria Regional Minas da Vivo informou em outubro de 2017 que estava acelerando o processo de expansão da rede de quarta geração para garantir aos seus clientes a melhor experiência do mundo digital e ampliar ainda mais suas possibilidades.  A rede 4G permite o acesso à internet em altíssima velocidade e oferece melhor experiência para quem gosta de assistir vídeos e ouvir música via streaming ou jogar games online.
Desde outubro de 2017 a base 4G assumiu o posto de tecnologia mais usada no serviço de telefonia móvel no Brasil. Conforme indicou a associação das teles, a próxima “vítima” da modernização da base será um eventual desligamento total da segunda geração, que ainda conta com 35,230 milhões de acessos. A contínua liberação da frequência de 700 MHz, com os desligamentos das transmissões de televisão no sistema analógico em todo o País vem contribuindo para que as operadoras expandam suas redes de 4G.