CURTAS

CURTAS EDIÇÕES 2098

Por: Redação | Categoria: Cidades | 06-05-2017 18:05 | 817
Foto:

QUERENDO
O que não anda faltando pela cidade são pessoas trabalhando nos bastidores para tentar rachar a união defendida pelo presidente da Câmara, Marcelo Morais. Não se sabe ao certo a origem do fogo e às vezes do bombardeio e até jatos de água fria lançado para tentar provocar a desordem. Há quem diga que até fogo amigo tem sido registrado, sem contar as forças ocultas oriundas de quem já esteve e hoje já não se encontra nos quadros do Legislativo. Que tem gente querendo semear a discórdia, isso tem. 
DISCURSOS
Um observador da cena política paraisense disse ter observado nos últimos dias que os discursos de alguns vereadores e alguns agindo até mesmo de forma isolada têm dado margem para todo tipo de pensamento. Um deles é de que aos poucos já está havendo um racha no grupo que surgiu unido e assim vem trabalhando sob a batuta do atual presidente. No entanto, em função de interesses outros já existem alguns tomando rumos diferentes. No final das contas cada qual responderá por seus atos e atitudes e o eleitor será implacável como tem demonstrado nas últimas eleições. 
LIDERANÇA
Por outro lado bem lá nos fundos dos bastidores comenta-se que a liderança do prefeito Walkinho exercida pelo vereador Jerominho pode estar com seus dias contados. Há rumores de que poderá haver substituição em breve em função do prefeito e seu líder não estarem rezando no mesmo catecismo, ou estariam com interesses difusos. Paralelamente surgem informações não oficiais de que os vereadores Vinício Scarano ou Paulo César Oliveira, o Tatuzinho, poderiam ser indicados para o cargo. Ainda assim tem outros nomes correndo por fora.
JUNTOS
No entanto, contrariando esta hipótese de possível mudança na liderança do prefeito na Câmara, em várias ocasiões nesta semana  Walkinho e Jerominho estiveram par e passo, não deixando ao menos transparecer desavença entre eles.
TERRENOS
O anúncio de quem conseguiu junto ao Executivo os terrenos para a instalação da Regional da Delegacia de Polícia Civil, da Defensoria Pública e da 41ª Subseção da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) tem envenenado a relação entre os vereadores.  Publicações feitas nas redes sociais com dizerem do tipo graças ao meu apoio e atendendo o meu pedido, é certo que a questão não foi muito bem digerida e promete render. Corporativismo à parte é sabido que quando o filho é bonito, muitos querem ser o pai da criança. Tem casos que só são resolvidos com o exame de DNA. O assunto ainda vai gerar muito o que falar, sobretudo nas próximas semanas.
MINISTÉRIO PÚBLICO
Que novos empreendimentos podem ser vistos todos os dias pelos lados do Jardim Mediterranèe, disso ninguém tem dúvida. Agora anuncia-se a chegada da Polícia Civil, Defensoria e da OAB local. O que tem intrigado muita gente e até o momento ninguém se manifestou sobre o assunto é sobre os motivos de o Ministério Público não ter concluído e se instalado na nova sede. O prédio aparentemente foi concluído e já apresenta sinais de desgastes, sem contar o mato que toma conta do local e tenta invadir a construção. 
BLITZES
Já se sabe qual o emprego dado aos 13 novos policiais recém-chegados em São Sebastião do Paraíso. Nos últimos dias o que não tem faltado são algumas blitzes de trânsito destinadas especialmente para abordar motociclistas em locais estratégicos. Segundo consta, alguns criminosos circulam de moto e muitos destes veículos estão com seus documentos e impostos atrasados. Isso rende multa, arrecadação e aumento da receita governamental. Por outro lado, dizem que quem não deve não teme e aquele que anda em dia com suas obrigações tem o prazer de tirar e exibir a documentação ao abordante. Expectativa também para que ocorram mais operações presença, mais ações preventivas e combate a criminalidade nos locais que sabidamente a presença policial é desejada, mas raramente ela aparece. 
INSEGURANÇA
O deputado estadual Antônio Carlos Arantes mais uma vez no dito popular “soltou o verbo” diante da insegurança vivida nas pequenas cidades da região e citou São Sebastião do Paraíso e Jacuí. Não é de hoje que ele vem denunciando a situação caótica das corporações que segundo ele até é comandada por gente de bem. No entanto, não há recursos e condições de combater o crime que é organizado, utiliza armamento pesado e tem levado grande vantagem nas ações que tem praticado. Nos últimos casos ninguém foi preso antes, durante ou depois, aliás, estão cada vez mais ousados e prontos para as próximas já que ninguém os incomoda. 
INTRIGANTE
O que intriga nessa história toda é que não obstante o grande número de agências bancárias e dos Correios dinamitadas diariamente, quadrilhas não são identificadas e assim continuam agindo, livres e soltas. A impressão que se tem é que as agências são seguradas, e o prejuízo financeiro acaba ficando para as seguradoras, e para usuários que são prejudicados por falta de atendimento e por não poderem, dias a fio, sacar dinheiro ou pagar contas pela falta dele.
INVESTIGAÇÃO
O STF (Supremo Tribunal Federal ) decidiu nesta  semana derrubar normas estaduais que impedem governadores de responderem a ações penais sem autorização das assembleias legislativas. A decisão poderá ser aplicada nas investigações da operação Lava Jato no Superior Tribunal de Justiça (STJ), tribunal competente para julgar governadores criminalmente. A medida abrange a situação envolvendo o governador de Minas, Fernando Pimentel que já vem sendo investigado.  A iniciativa permite a livre investigação dele e outros oito governadores citados nas delações de ex-executivos da empreiteira Odebrecht.
PERSEGUIDO
Após o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir que não é necessária a autorização da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) para abertura de ação penal, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), contra o governador de Minas, Fernando Pimentel (PT), o petista fez um pronunciamento em vídeo, que ele mesmo considerou um “desabafo”. Ele declarou que há dois anos está sendo perseguido, investigado, acusado e teve a privacidade dele e de sua família invadia. Além disso, foram quebrados sigilos postal, telefônico, fiscal, bancário e até o momento segundo ele nada encontraram contra ele. Uma injustiça e parem por aqui antes que achem qualquer coisa. 
DESABAFO
Não se sabe se em tom de ironia o governador comemorou a decisão da Suprema Corte por considerar que foi garantida a estabilidade e a continuidade do governo, impedindo o seu afastamento. Ele diz que irá se defender e apresentar suas razões ara provar inocência.