TURISMO

Paraíso quer incrementar turismo rural

Por: Redação | Editoria: agricultura | 16/07/2017 | Visualizações: 771

- Foto de Reprodução

A Prefeitura de São Sebastião do Paraíso pretende incrementar as atividades relacionadas ao turismo rural no município. A proposta começou a ser debatida com representantes do setor que se reuniram com membros da administração e já estudam formas de explorar o setor. Paralelamente a isto, na Câmara Federal, um projeto está em análise e vem ao encontro a proposta, criando o Circuito Turístico do Café, na Alta Mogiana, e que abrange o município paraisense.
A realização de uma reunião entre integrantes das secretarias municipais de Meio Ambiente e a de Desenvolvimento Econômico com representantes das associações rurais marcou o primeiro passo. A intenção é a de fortalecer a zona rural com a proposta de criar mecanismos para o desenvolvimento, explorando o potencial existente e, quem sabe com isso, oportunizando a geração de emprego e renda.
Junto com o turismo rural, o objetivo é de também fortalecer a área de artesanato e beneficiar outros setores que estejam estão ligados ao turismo. O município possui locais com belas paisagens, cachoeiras, trilhas, matas e vegetações típicas. Estes detalhes, interligados com a oferta de alimentação e hospedagem, podem resultar numa ótima combinação. Além do distrito de Guardinha — que tem o Morro da Mesa como atração, existem no município os hotéis fazenda e a estância hidromineral em Termópolis, locais que já recebem turistas de todo o Brasil.
Recentemente o município aderiu ao circuito Caminhos da Fé que leva romeiros a pé até à cidade de Aparecida, no Vale do Paraíba, interior do estado de São Paulo. Paraíso terá um portal, sendo um dos locais de carimbo do passaporte dos caminheiros na rota da Padroeira. Será uma oportunidade da cidade receber pessoas. A cidade também é polo no Circuito Turístico Montanhas Cafeeiras de Minas, junto com os municípios de Guaxupé, Nova Rezende, Muzambinho e São Pedro da União.

 

TURISMO REGIONAL
Um projeto para fortalecer o turismo regional, resgatando a história da cafeicultura, a divulgação do produto e a própria identidade regional. Essa é a proposta do projeto de lei nº 7091/2017, que cria o Roteiro Turístico dos Cafés da Alta Mogiana, que foi aprovado pela Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados. A proposta destaca a importância econômica, que o turismo assume como gerador de renda, empregos e receita, atualmente.
De acordo com o projeto, o Roteiro vai compreender 23 municípios sendo Altinópolis, Batatais, Buritizal, Cajuru, Cristais Paulista, Franca, Itirapuã, Jeriquara, Nuporanga, Patrocínio Paulista, Pedregulho, Restinga, Ribeirão Corrente, Santo Antônio da Alegria e São José da Bela Vista, no Estado de São Paulo. Claraval, Capetinga, Cássia, Ibiraci, Itamogi, Sacramento, São Sebastião do Paraíso e São Tomás de Aquino, no Estado de Minas Gerais, congregando atividades de turismo rural com ênfase na cafeicultura.
Pelo texto, a estruturação, a gestão e a promoção dos atrativos turísticos envolvendo os cafés produzidos na Alta Mogiana receberão o apoio de programas oficiais voltados para a regionalização do turismo. O projeto será ainda analisado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897