SOLTO

Menor acusado de estuprar idosa em São Tomás, foi solto

Por: João Oliveira | Editoria: justica | 19/07/2017 | Visualizações: 3967

- Foto de Reprodução

Na semana passada, a Polícia Civil havia apreendido em São Tomás de Aquino um adolescente de 16 anos, após ele ter sido acusado de cometer um crime grave na madrugada de quinta-feira (13/7). Ele é suspeito de ter violentado uma idosa de 66 anos, e ainda ter roubado dois aparelhos celulares. Na segunda-feira (17/7), o menor foi liberado. 
O delegado responsável pelo caso, Rodrigo Bittar, informou ainda que durante os três dias que o suspeito ficou recolhido junto ao presídio, em Paraíso, houve uma redução no número de furtos na região.
O caso aconteceu na madrugada da última quinta, quando, para entrar na residência da idosa, o menor bateu à porta chamando-a por mãe. Como o filho da vítima não estava em casa, ela abriu a porta e foi surpreendida pelo adolescente que, utilizando-se de um garfo, ameaçou a vítima ao exigir dinheiro; ele ainda forçou relação sexual com ela, o que foi confirmado por meio de exames realizados.
Conforme informou o delegado, os levantamentos apontam que o suspeito, ao entrar na casa, deu um soco no olho da vítima, tapou lhe a boca e a empurrou para o interior do imóvel. A idosa disse que não tinha dinheiro, ainda assim, o menor a ameaçou, colocando um garfo no pescoço dela. Ele ainda chegou a tirar as vestes inferiores da mulher e tentou manter relações sexuais, enquanto a vítima relutava e gritava por socorro. Na sequência, o menor trancou a idosa no banheiro e procurou objetos de valor, conseguindo subtrair dois aparelhos celulares. 
A idosa recebeu atendimento em unidade hospitalar da cidade e, na sexta-feira (14/7), também passou por exame de corpo de delito, com médico-legista. Após receber a ocorrência, policiais iniciaram as diligências para apuração dos fatos e identificaram o adolescente acusado. De acordo com as apurações, o suspeito usava um capuz, mas foi possível a sua identificação pela vítima, devido algumas características físicas. Além disso, no momento em que saiu da residência, o menor chegou a deixar um chinelo para trás.
Segundo Bittar, o menor negou as acusações e que o calçado encontrado não era dele, mas a equipe de policiais conseguiu confirmar que o pertence era do suspeito. Ele foi apresentado à Justiça para dar prosseguimento aos trâmites legais de aplicação de medidas socioeducativas pertinentes, mas foi liberado na segunda-feira (17), após três dias recolhido junto ao presídio de São Sebastião do Paraíso. 
"Não sabemos se o motivo foi falta a vagas, mas durante os três dias que ele esteve apreendido, os números de furtos na cidade reduziram consideravelmente", completou o delegado.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897