SOLO

Paraíso terá curso sobre manejo do solo promovido pela ESALQ/SP

Por: Roberto Nogueira | Editoria: agricultura | 23/07/2017 | Visualizações: 2477

- Foto de Reprodução

São Sebastião do Paraíso está incluído na relação entre os 15 municípios brasileiros onde a ESALQ/SP (Escola Superior Luiz de Queiroz) de São Paulo, ministrará o curso de manejo do solo. Estão previstos ainda para este ano de 2017 a abertura de turmas em sete estados, sendo que cada uma recebe até 60 alunos. Os participantes terão oportunidade de participarem de aulas e atividades teóricas e práticas.  
Segundo levantamento, grande parte dos solos do Brasil não apresenta condições químicas, físicas e biológicas adequadas para sustentar um bom desenvolvimento das culturas. Por isso, os agricultores devem melhorar o grau de fertilidade dos solos para serem bem-sucedidos. Há quase 20 anos, o Departamento de Ciência do Solo da ESALQ |USP oferece o Curso de Especialização em Manejo do Solo para profissionais que trabalham na área de Manejo da Fertilidade do Solo, Nutrição e Adubação de Grandes Culturas.   
Com turmas espalhadas por diferentes polos agrícolas do país, o curso já contou com a participação de mais de 800 profissionais em suas edições anteriores. Com duração de dois anos, o curso reúne profissionais de excelência em agronomia e áreas correlatas, permitindo ao participante, após a conclusão do curso e apresentação da monografia, o título de "Especialista em Manejo do Solo", reconhecido pela USP e com peso de pós-graduação Lato Sensu.   
O curso de especialização permite ao participante uma jornada aprofundada na área de manejo da fertilidade do solo e adubação de culturas. A iniciativa possibilita a geração de interação dos alunos em temas atuais de grande interesse da sociedade. Entre eles destaca-se a compactação do solo, geotecnologias e agricultura de precisão, biotecnologia aplicada a solos, novas fontes de fertilizantes etc.
Além disso, existem ainda as aulas de campo, permitindo interação com os principais atributos de diferentes classes de solo. As atividades abrangem ainda a restauração de áreas degradadas, sintomas de deficiência e toxicidade dos elementos nas principais plantas cultivadas, avaliação de camadas compactadas de solo e o manejo adequado da adubação mineral e orgânica.
As turmas serão formadas em vários estados como Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Tocantins, Paraná, na Bahia e em Rondônia. No caso de Minas Gerais, o atendimento acontecerá em São Sebastião do Paraíso e Patrocínio. O curso também será ministrado em cidades como Campo Grande, Chapecó, Palmas, Ponta grossa, Luiz Eduardo Magalhães e Vilhena. Também estão inseridos no roteiro os municípios de Bebedouro, Sinop, Tangará da Serra, Primavera do Leste, Rio Verde, Goiânia, Naviraí, Balsas e Dourados.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897