EDUCAÇÃO

Governo de Minas Gerais lança programa "+ Educação"

Programa vai integrar e melhorar a educação em todos os Territórios de Desenvolvimento do Estado, beneficiando mais de 2 milhões de estudantes

Por: Redação | Editoria: educacao | 03/08/2002 | Visualizações: 624

A secretária de Estado de Educação, Macaé Evaristo, lançou o programa em uma escola de Brumadinho - Foto de Carlos Alberto/Imprensa MG

O Governo de Minas Gerais lançou nesta terça-feira (1º/8) na Escola Estadual Paulina Aluotto Ferreira, em Brumadinho, Território Metropolitano, o programa "+ Educação", iniciativa para integrar e melhorar a educação em todos os territórios de desenvolvimento do estado.
As medidas vão beneficiar mais de 2 milhões de estudantes da rede estadual de ensino e permitir que os alunos sejam beneficiados com maior número de atividades extracurriculares nas escolas, em áreas como cultura, artes, esporte, saúde, ciência, tecnologia e empreendedorismo, educação profissional, formação em cidadania e direitos humanos.
"Essa é a nossa agenda da educação integral e integrada para Minas Gerais.  Nós iniciamos a nossa gestão com 100 mil estudantes atendidos em tempo integral, mas ainda sem uma ideia de escola em tempo integral. O + Educação nasce de um diálogo com os estudantes. Nós fizemos, em 2015, rodas de conversa em todo o estado e percebemos que os estudantes queriam inovações e mais educação profissional. Nós chegamos nessa formulação com o + Educação", explicou a secretária de Estado de Educação, Macaé Evaristo.
Entre 2015 e 2017 houve aumento de cerca de 50% no número de estudantes atendidos pela educação integral e integrada, que passaram de 102 mil para 150 mil. "A grande novidade, a partir de agora, é que a gente vai estender a educação integral para o Ensino Médio nesse semestre, com 44 escolas. Mas, mais do que ampliar o tempo, essas escolas vão oferecer também educação profissional e pesquisa e inovação tecnológica", disse Macaé.
Com a educação integral e integrada, a jornada será ampliada de 25 para 45 horas semanais e, segundo a superintendente de desenvolvimento do Ensino Médio, Cecília Cristina Resende Alves, há compromisso com todas as disciplinas ofertadas neste período. "No momento em que o Brasil tem uma nova proposta para a educação, com uma lei que regulamenta e reformula o Ensino Médio, Minas Gerais precisava sair na frente apontando um caminho que fosse a partir das escolhas dos estudantes", afirmou. 


ESCOLAS POLEM
Uma das estratégias do programa + Educação é a criação das Escolas Polo de Educação Múltipla (Polem). Inicialmente, serão 58 instituições da rede estadual espalhadas em todos os 17 Territórios de Desenvolvimento, sendo 44 de Ensino Médio - entre elas, a Escola Estadual Paulina Aluotto Ferreira -, beneficiando 7.411 estudantes.
As Escolas Polem vão receber obras de infraestrutura e kits de cozinha, utensílios e refeitórios, além de multimídia, mobiliário, kits esportivos e conectividade. Os profissionais das escolas também vão receber capacitação específica.
A subsecretária de Desenvolvimento da Educação Básica, Augusta Aparecida Neves de Mendonça, destacou as ações que estarão em curso a partir de hoje nas Escolas Polem.
"As Polem se caracterizam pelas múltiplas ações, projetos, programas e ofertas que essas escolas já fazem. Dentre elas, a educação profissional, ampliação de atendimento da educação integral e integrada, inclusão de estudantes com deficiência, ações voltadas para o desenvolvimento das aprendizagens dos estudantes, reconhecimento da diversidade, iniciação científica e formação para cidadania", afirmou.


Incentivo à educação
Este ano, a Educação Profissional dobrou o número de vagas, passando de 20 mil para 40 mil no segundo semestre de 2017, distribuídas em 212 escolas. São cursos de Administração, Agente Comunitário de Saúde, Cooperativismo, Informática, Informática para Internet, Logística, Marketing, Recursos Humanos, Secretaria Escolar, Secretariado, Serviços Públicos, Transações Imobiliárias, Enfermagem e Massoterapia e Normal em Nível Médio.
O governo também tem investido na melhoria do aprendizado dos estudantes com o acompanhamento pedagógico em leitura, escrita e matemática, elevação de escolaridade e incentivo à leitura. Além disso, houve investimentos de mais R$ 145 milhões na compra de computadores e melhoria da conectividade nas escolas. Desde 2015, foram entregues mais de 45 mil equipamentos, entre computadores, impressoras e projetores multimídia para laboratórios de informática e setores administrativos das escolas e Superintendências Regionais de Ensino.
Também compareceram à solenidade o secretário de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania, Nilmário Miranda; o prefeito de Brumadinho, Avimar de Melo Barcelos; o diretor da Escola Estadual Paulina Aluotto Ferreira, Márcio Roberto, além de professores e estudantes. 
(Central de Imprensa Gov. Est. M.G)

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897