COMBUSTÍVEL

O aumento no preço de combustíveis, e o rombo na Petrobras

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Editoria: brasil | 09/09/2017 | Visualizações: 1273

- Foto de Reprodução

A Agência Nacional de Petróleo (ANP) divulgou dados mostrando que o preço médio do litro da gasolina para o consumidor atingiu o maior valor do ano, na semana passada. Média de R$ 3,778 o litro, média bem abaixo de valores cobrados em São Sebastião do Paraíso, que é de R$ 4.145.
Também conforme a Petrobras, em 1.º de setembro o litro do diesel subiu 0,8% e a gasolina 4,2% -, em 2 de setembro o litro do diesel subiu 4,4% e a gasolina 2,7% e em 05 de setembro o diesel voltou a ser majorado em 0,1% e a gasolina 3,3%. Sendo assim, nos primeiros dias de setembro a gasolina teve aumento na ordem de 10%.
A estatal tentou justificar os aumentos pondo culpa no furacão Harvey que passou em certas regiões dos Estados Unidos, onde foram fechadas refinarias de petróleo, mas não sofreram danos graves.
O consumidor brasileiro não está engolindo esta justificativa da Petrobas como suposta causa para que disparassem os preços da gasolina e diesel no Brasil, um dos mais caros no Planeta Terra, em país que se diz autosuficiente na produção de petróleo.
Vários paraisenses ouvidos se mostram indignados com o que chamam de “absurdo”, os sequentes aumentos, pois na verdade acreditam ser forma disfarçada da Petrobras para cobrir o rombo sofrido, prejuízo astronômico que muitos bilhões de reais, afanados por maus políticos e empresários, e ex-diretores da estatal que já foi e tem que ser motivo de orgulho patrimonial pertencente à nação brasileira.
Pessoas ouvidas alegam, e com razão, que a roubalheira trouxe a quase falência da Petrobras, e quem está pagando e caro para cobrir o rombo de larápios é o consumidor brasileiro.
O Jornal do Sudoeste novamente efetuou levantamento de preços de combustíveis nos 19 postos de revenda em Paraíso e no da Divisa, localizado na divisa do município com Santo Antonio da Alegria (SP). Como poderá se verificar na tabela em anexo, na sexta-feira (8/9) o litro da gasolina mais barato foi encontrado no Posto Paraíso a R$ 3,989 etanol a R$ 2,69 no Posto do Trevo e diesel a R$ 3,099 no Posto JPS.
Os preços mais caros constatados foram, gasolina a R$ 4,259 etanol R$ 2,799 e diesel R$ 3,479. Na próxima semana o “JS” irá fazer levantamento de preços do gás de cozinha (GLP) em Paraíso, que também sofreu reajuste. 
Com certeza, estes reajustes inoportunos nos preços da gasolina, diesel e gás de cozinha vão influenciar consideravelmente na alta da inflação, e os aumentos penalizam e arrebentam com o consumidor de baixa renda. Então imagine o quanto serão sacrificados pais de família, em especial os desempregados. Lamentavelmente a queda na renda da população é uma realidade e o número de desempregados ultrapassa a cifra de 13 milhões.
Quem vai pagar caro os roubos praticados por larápios envolvidos com a Petrobras, mensalão, lava-jato e outros, sem dúvida é a população como um todo. Estes maus políticos e empresários que arrebentaram com o Brasil deixaram grande estrago. 
É muito mais avassalador que todos os grandes furacões juntos, terremotos, vulcões e tsunamis que aconteceram mundo afora.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897