CRÔNICA - Joel Cintra Borges

Na outra margem

Por: Joel Cintra Borges | Editoria: cultura | 08/10/2017 | Visualizações: 84

- Foto de Reprodução

Uma das maiores dúvidas das pessoas é a referente à vida futura. Será que existe mesmo, ou esse breve lapso de tempo que começou no berço termina quando nossos olhos fecham-se pela última vez?
A Dra. Marlene Nobre, do Rio de Janeiro, médica-ginecologista, escritora e oradora das mais competentes, fez uma pesquisa em mais de 130 livros nacionais e estrangeiros que, de alguma forma, tratam do assunto.
Obras que falam de EQM (experiência de quase morte), geralmente escritas por médicos que ouviram relatos de pacientes que estiveram clinicamente mortos por alguns minutos e voltaram à vida. Eles contam onde estiveram e com quais pessoas, o que viram, o que sentiram. Vinda de uma só pessoa, a história não teria valor científico, porque poderia ser fruto da imaginação, ou mesmo uma espécie de sonho, ou devaneio. Mas, tratando-se de dezenas ou centenas de relatos coincidentes, a coisa muda de figura.
A autora consultou também, e muito, as obras do grande médium Francisco Cândido Xavier, cuja idoneidade ninguém mais põe em dúvida, transcrevendo muitos trechos das mesmas. Estudou também obras de pesquisadores, cientistas e médiuns conceituados de outros países, de outras culturas.
Desse trabalho imenso resultou um livro não muito volumoso, mas muito profundo, chamado "Nossa Vida no Além", de extraordinário valor para o entendimento do que se passa do lado de lá, na outra margem.
Observamos, então, que o mundo espiritual compatível com nosso estágio evolutivo é muito parecido com o nosso, com cidades, campos, casas, escolas, hospitais, trabalho, roupas, plantas, animais. Guardadas as devidas proporções, o mundo material é uma réplica do espiritual.
A medicina é muito importante por lá, sendo muito adiantada e muito citada. Pela simples razão de que as doenças de nosso corpo geralmente são manifestações de problemas espirituais, tendo, portanto, que ser tratadas quando o espírito retorna. Inclusive, quem morre em acidente normalmente acorda em um hospital, com médicos, enfermeiras, o que lhe dá a falsa impressão de que continua aqui na Terra!
Crianças crescem, frequentam escolas, descrevendo - nas mensagens que enviam - seus professores, o aspecto das salas, jardins, fontes. Pessoas idosas aprendem a tornar-se mais jovens, modificando, através da vontade, suas características físicas.
Existe namoro, noivado, casamento, inclusive relacionamento sexual, o qual tem a finalidade de equilíbrio energético e prazer, não havendo procriação.
Pessoas que eram casadas aqui, continuam juntas lá? Obviamente, isso depende delas, porque o compromisso deixou de existir. Há casais que permanecem unidos por muito tempo, tanta é a afinidade entre eles. Outros não conservam qualquer vínculo.
Criminosos vão para áreas difíceis, chamadas "umbrais" (uma alusão a umbra, sombra), onde ficam até que se arrependam, que se modifiquem, quando, então, são levados para  escolas.
Quanto a regiões mais evoluídas, habitadas por espíritos elevados, praticamente não há descrições, uma vez que em nosso atual estágio evolutivo não temos condições de acesso a elas. 
O livro, enfim, traz muitos ensinamentos, tudo na base da pesquisa, citações de obras e rigor científico, como era de se esperar de uma grande médica, grande figura humana, Presidente da Associação Médico-Espírta do Brasil, conhecida internacionalmente, como era a Dra. Marlene Nobre.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897