GÁS DE COZINHA

Preço do gás em Paraíso varia de R$ 60, a R$ 75

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Editoria: economia | 22/10/2017 | Visualizações: 4963

- Foto de Reprodução

Periodicamente o Jornal do Sudoeste efetua levantamento de preços do gás de cozinha, botijão de 13 quilos em vários pontos comerciais em São Sebastião do Paraíso. Levantamento anterior foi realizado no dia 28 de setembro, portanto há três semanas. Nesta quinta-feira (19/10), novamente foi procedido o levantamento em 17 estabelecimentos comerciais que revendem o GLP.
Na pesquisa foi constatado que em Paraíso o consumidor encontra o produto por preços que variam de R$ 60, no Supermercado Araújo, na avenida Brasil, Vila Helena, para ser retirado no local da compra e o mesmo valor para ser entregue, e por R$ 70, no local da venda e a R$ 75, para ser entregue.
Veja bem, uma diferença de um ponto de venda para o outro de até R$ 15, valor a mais que dá para o consumidor comprar cinco litros de óleo de soja ou um saquinho de cinco quilos de arroz de primeira qualidade, ou cinco quilos de feijão a preço mais popular.
A diferença é muito grande, principalmente para consumidores de baixa renda, e ainda mais para quem tem família para tratar e está desempregado, o que aliás, são muitos.
Durante a pesquisa o “JS” encontrou um comerciante que vende o gás a R$ 60, mas temeroso não quis expor seu preço na tabela. Foi pergunta do motivo e ele foi sincero em afirmar que não iria se expor porque seria pressionado.
Neste país onde impera a impunidade, onde políticos deitam e rolam nas propinas e corrupção, e quando vão presos em pouco tempo já estão na rua novamente, infelizmente quem vai preso e apodrece na prisão são os “desengravatados três P”, desabafou o comerciante que pediu para não ter sua identidade revelada, e segundo afirma, irá parar de vender gás de cozinha.
Vale a pena pesquisar e pechinchar, o que não pode e se acomodar porque a queda na renda de quem trabalha é evidente e, pior ainda para os mais de 13 milhões de desempregados que estão amargurados, com esta triste e lamentável fase política econômica e moral pela qual passa a nação brasileira.
Mais uma vez o “JS” alerta aos consumidores para que tenham cuidado na hora de comprar o GLP, porque poderá estar levando um produto de má qualidade, faltando peso (o correto são 13 quilos). Também evitar levar botijões velhos e amassados que podem ser uma “bomba” dento de casa.
Na pesquisa anterior a maioria vendia o gás a R$ 60, no entanto o governo federal para tapar rombos na Petrobas autorizou aumento na ordem de 12,9%, o que é um absurdo. Veja a tabela de preços.

GRÁFICA E EDITORA DR LTDA

  • Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1
    Centro - São Seb. do Paraíso, MG
    CEP: 37950-000
  • E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br
  • Website: www.jornaldosudoeste.com.br
  • Telefone: (35) 3531.1897